General pode atrapalhar ingresso da Croácia na UE | Europa | DW | 04.10.2005
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Europa

General pode atrapalhar ingresso da Croácia na UE

Poucas horas após o reinício das negociações sobre o ingresso da Croácia na União Européia, nesta segunda-feira (04/10), o general croata Ante Gotovina anunciou que só se entregará ao Tribunal Penal Internacional (TPI) da ONU para a ex-Iugoslávia, em Haia, se seu julgamento for realizado na Croácia.

Gotovina é acusado de haver cometido crimes de guerra durante o conflito com a Sérvia (1991-1995). O julgamento dos crimes de guerra era considerado o principal obstáculo à integração da Croácia na UE, mas a promotora-chefe do TPI, Carla del Ponte, disse no final de semana, que as autoridades croatas estavam prestando uma "cooperação completa" à apuração.

A Comissão Européia pretende iniciar ainda neste mês os preparativos técnicos para as negociações propriamente ditas. A exigência feita por Gotovina pode acabar complicando o processo.

Leia mais