1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

Gastronomia confinada: um jantar romântico na estufa

Meggin Leigh Doody
19 de junho de 2020

[Vídeo] Restaurante de Amsterdã recebe os clientes em estufas de vidro para garantir o distanciamento social.

https://www.dw.com/pt-br/gastronomia-confinada-um-jantar-rom%C3%A2ntico-na-estufa/video-53875585

Restaurantes em todo mundo vêm buscando alternativas para atender às medidas de seguranca do novo normal. Foi assim que surgiu o "restaurante-estufa" de Amsterdã, um conceito elaborado pelo proprietário Willem Velthoven durante o confinamento dos últimos meses:

"Já tínhamos as estufas, pelo menos algumas delas, porque administramos um centro de arte experimental e alguns artistas faziam projetos com plantas em pequenas estufas. Quando veio a pandemia e tivemos que fechar o centro de arte e o restaurante, houve tempo de sobra para fazer testes. E essa foi uma das coisas que tentamos. Nos perguntamos como seria fazer uma refeição em uma pequena estufa... se seria claustrofóbico", conta o proprietário.

A lotação por estufa é de, no máximo, 4 pessoas. Os garçons usam máscara. E o cardápio – vegano – é servido em tábuas de madeira de um metro e meio de comprimento, por razoes higiênicas. Segundo a designer Giulia Soldati, as tábuas foram projetadas desta forma por dois motivos: "o primeiro é para realmente manter uma distância segura entre os garçons e os clientes, já que as tábuas são longas. A comida é colocada em uma das pontas da tábua e o garçom não precisa entrar na estufa. A outra razão é que, assim, duas pessoas conseguem compartilhar mais facilmente da mesma refeição.”