1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
CiênciaGlobal

Futurando - Edição de 21/11/2022

Kamila Rutkosky | Helena Wöhl Coelho | Fernanda Azzolini
21 de novembro de 2022

Veja neste programa como insetos ajudam a desvendar crimes. E ainda: o microscópio que permite observar células vivas.

https://p.dw.com/p/4JeNq

Veja os destaques desta edição: 

- O microscópio que permite observar células vivas - Observar a divisão celular ao vivo, com a ajuda de um microscópio. Nem sempre isso foi possível. Isso porque a luz dos aparelhos interfere no processo. Mas esse é um problema que já tem solução. 


- Como insetos ajudam a desvendar crimes - Os insetos e larvas que povoam um cadáver pode dar pistas sobre a hora da morte. 

- Aranhas dormem? O coração das aranhas bate no abdômen e sangue azul flui pelos corpos dessas pequenas criaturas. Esses seres de oito patas são caçadores criativos e construtores engenhosos. Os fios com os quais tecem suas teias são até 25 vezes mais resistentes que um fio de aço da mesma espessura. Mas como as aranhas descansam?

- Transformando dejetos humanos em matéria-prima - Fezes e urina humana geralmente são descartadas com água, o que é um desperdício de água e de nutrientes. Agora, o projeto "ZirkulierBAR" quer transformá-los em matéria-prima. 

- Instrumentos musicais da Idade Média: como pesquisá-los sem destruí-los? Fragmentos de instrumentos musicais da Idade Média nos dão uma ideia de como soava a música na época. Mas muitos desses instrumentos antigos são frágeis e podem ser danificados durante a pesquisa. Como fazer então?