Fundado em taberna londrina, futebol completa 150 anos | Leia as principais notícias sobre o futebol internacional | DW | 25.10.2013
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Futebol

Fundado em taberna londrina, futebol completa 150 anos

Regras do esporte que é hoje o mais popular do mundo começaram a ser criadas por 13 ingleses numa mesa de bar em 1863. Entre as decisões tomadas por eles, a proibição de pôr a mão na bola e agredir o adversário.

O futebol em seus primórdios: o gol ainda ainda não tinha travessão, mas uma fita amarrada entre as traves

O futebol em seus primórdios: o gol ainda ainda não tinha travessão, mas uma fita amarrada entre as traves

No dia 26 de outubro de 1863, a taberna The Freemason´s Arms, na rua Great Queen, em Londres, foi palco de um momento histórico. Na época, o Reino Unido vivia a Segunda Revolução Industrial e, em plena expansão econômica, via o transporte marítimo e ferroviário crescer. O intercâmbio entre as regiões era inevitável, também no âmbito esportivo. Mas logo surgiram os primeiros obstáculos, já que cada região, influenciada por suas escolas e clubes, praticava o esporte com regras distintas.

Naquela segunda-feira, liderados pelo procurador de justiça Ebenezer Cobb Morley, 12 representantes de clubes londrinos tiveram o primeiro de seis encontros a fim de padronizar alguns desses esportes com bola jogados na época. Dessas reuniões, saíram decisões-chave: passaram a ser proibidos, por exemplo, a condução da bola com as mãos e o contato físico brusco com o adversário. A maioria dos membros aceitou. A exceção foi o Blackheath, que se retirou da recém-fundada Football Association (FA) e, em 1871, ajudaria a criar a primeira associação de rúgbi.

Tomando como base as já existentes Regras de Cambridge e as Regras de Sheffield– regulamentação feita para o Sheffield Football Club, tido como clube de futebol mais antigo do mundo – os representantes publicaram, 44 dias depois do primeiro encontro, as Regras de Londres: um pequeno livro com as 13 regras básicas do jogo – o impedimento, o árbitro, o tempo e o pênalti completam as 17 regras atuais. Estava sacramentado o nascimento do futebol moderno.

Celtic FC team 1887-88

Celtic FC da Escócia (na foto o time de 1887) é dos clubes britânicos centenários o mais bem-sucedido no futebol

As origens

O futebol em si, ou as atividades que se assemelham à modalidade que conhecemos hoje, possui traços que remetem aos séculos 2 e 3 a.C. Na antiga China, um jogo chamado cuju consistia em lançar uma bola com os pés para uma pequena rede. Cerca de cinco ou seis séculos depois, a arte cerimonial kemari, que tinha como objetivo manter a bola no ar ao passá-la para outros jogadores, era muito popular no Japão.

Na Grécia Antiga, surgiu a primeira versão com adversários, onde jogadores, podendo usar pés e mãos, tinham que carregar uma bola para trás da linha no fundo do campo inimigo: o episkyros. E da adaptação romana, chamada harpastum, se desenvolveram diversas modalidades esportivas com bola no continente europeu, como o soule, o calcio fiorentino e o futebol medieval – nome genérico para qualquer jogo que vilas inglesas praticavam carregando ou chutando uma bola.

A partir do século 17 ocorreram as primeiras grandes unificações do futebol. Num processo que levou quase 200 anos, formaram-se, graças ao imperialismo britânico, o futebol gaélico; o futebol australiano; o futebol americano; o futebol canadense; o rúgbi; além do chamado "futebol associado" – que, diferente de todas as modalidades coirmãs, abandonou o uso das mãos exatamente naquele 26 de outubro de 1863, na taberna The Freemason´s Arms.

E, ao contrário do que muitos acreditam, é nesta época que surge a denominação soccer, criada por alunos das escolas inglesas para separar os praticantes do rúgbi (rugger) e do futebol (soccer – derivado de "association").

O desenvolvimento das regras

Die älteste Version des englischen Fußballpokals

A FA Cup, o troféu do campeonato de futebol mais antigo do planeta

O desenvolvimento das regras do futebol desde 1863 até a virada de século foi imenso. As traves passaram a ter uma fita e, mais tarde, um travessão entre elas. Os passes para frente foram legalizados e, em 1871, foi criada a posição do goleiro, que primeiro podia tocar a bola com as mãos em todo o campo de jogo, depois somente no próprio campo e, a partir de 1912, apenas na própria área.

Também em 1871, foi disputada a primeira edição do torneio mais antigo do mundo ainda existente: a Copa da Inglaterra, também conhecida por FA Cup (o primeiro campeonato de futebol ocorreu em 1867 e levava o nome de Copa Youdan). O primeiro campeão da Copa da Inglaterra foi o Wanderers FC, justamente um dos 12 clubes representados na célebre noite na taberna londrina. E um ano mais tarde, realizou-se a primeira partida oficial entre seleções nacionais, na cidade de Patrick, na Escócia: um empate em 0 a 0 entre escoceses e ingleses.

Em 1874 surgiu a figura do árbitro e, três anos mais tarde, o jogo é fixado em 90 minutos. E depois que um jogador espalmou a bola no último minuto de um jogo da Copa da Inglaterra de 1891, foi inventado o pênalti. Em 1895 os arremessos de lateral passaram a ser dos oponentes da equipe que tocou por último na bola – antes, era de quem pegasse primeiro a bola. E em 1902 foram criadas as grandes áreas.

Fama no Brasil e no mundo

E exatamente em 1902 foi disputado o primeiro campeonato de futebol oficial no Brasil: a Liga Paulista de Football. Idealizador do campeonato e campeão pelo extinto São Paulo Athletic Club, Charles Miller é considerado o "pai" do futebol brasileiro. De pai escocês, Miller foi estudar em Southampton, na Inglaterra, e quando retornou ao Brasil, em 1894, trouxe na bagagem duas bolas de futebol, um par de chuteiras, uniformes usados e um livro com as regras.

E assim como na Inglaterra, onde o futebol cresceu graças à industrialização, o desenvolvimento do esporte no Brasil também está atrelado às companhias inglesas, principalmente no setor ferroviário e energético.

Com a propagação do futebol, principalmente na Europa, viu-se necessária a existência de uma organização que regesse todas as federações nacionais. No dia 21 de maio de 1904, foi fundada a Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa), que hoje possui mais associados que a ONU. Aquele era o segundo grande passo dado para popularização do futebol mundial: o pontapé inicial fora dado na taberna The Freemason´s Arms, há exatos 150 anos.

Leia mais

Links externos