Friedrich Christian Delius ganha cobiçado prêmio alemão de literatura | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 18.05.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Friedrich Christian Delius ganha cobiçado prêmio alemão de literatura

Autor de "As peras de Ribbeck" fatura o Prêmio Georg Büchner deste ano – e os 50 mil euros oferecidos pela Academia Alemã de Língua e Poesia.

default

Delius nasceu em Roma, mas foi criado na Alemanha

O escritor alemão Friedrich Christian Delius é o ganhador deste ano do Prêmio Georg Büchner – o mais importante da literatura na Alemanha. "Em seus romances e narrativas, Delius conta a história da consciência alemã como espectador crítico, criativo e habilidoso", afirmou o júri da Academia Alemã de Língua e Poesia por meio de um comunicado divulgado nesta quarta-feira (18/05). Delius receberá o prêmio em uma cerimônia oficial na cidade de Darmstadt no dia 29 de outubro.
A escolha do vencedor no ano em que se comemoram os 60 anos do Prêmio Georg Büchner levou em consideração um autor que acompanhou várias épocas importantes da história alemã, segundo o presidente da Academia, Klaus Reichert. Com isso, Delius tornou-se o candidato ideal.
Entre seus principais trabalhos estão As peras de Ribbeck (Die Birnen von Ribbeck), que retrata a Alemanha pós-Muro a partir de uma vila no leste da Alemanha chamada Ribbeck, e Bildnis der Mutter als junge Frau (Retrato da mãe como mulher jovem, em tradução literal), uma história de amor ligada à imagem de Roma no contexto da 2ª Guerra Mundial.
Buchcover: Friedrich Christian Delius - Bildnis der Mutter als junge Frau

Capa do livro 'Bildnis der Mutter als junge Frau'

Em seu livro mais recente, Die Frau, für die ich den Computer erfand (A mulher para quem eu inventei o computador, em tradução literal), publicado no ano passado, Delius traz a história de um idoso que se envolve em uma conversa com o homem que inventou o computador, e que conta para ele sobre seu trabalho na Alemanha nazista. O romance mistura ficção com documentário, pois trata da vida de Konrad Zuse, criador do primeiro computador funcional, e sobre como o regime nazista afetou a sua vida.

Mente aberta
Em 1994, estudantes da Universidade da Flórida escolheram Delius como vencedor do Awards Open Minds. O nome sintetiza as razões pelas quais o escritor foi escolhido para o Georg Büchner em 2011.
Nascido em Roma, na Itália, em 1943, Delius cresceu na Alemanha, no estado de Hessen. Seus primeiros poemas foram publicados quando ele tinha 19 anos, antes de iniciar os estudos de Literatura Alemã em Berlim. Seus romances já foram traduzidos para 16 idiomas.
Além de ser um dos mais importantes prêmios da literatura alemã, o Georg Büchner tem um atrativo a mais: o prêmio em dinheiro. O montante para o agraciado deste ano chegou a 50 mil euros – 10 mil a mais do que no ano passado.
O prêmio é concedido aos destaques da literatura alemã contemporânea desde 1923. Em 2010, ele foi para Reinhard Jirgl pelo retrato traçado da Alemanha no século 20. Outros notáveis nas galerias de ganhadores do Georg Büchner são Friedrich Dürenmatt, Heinrich Böll, Günter Grass e Elfriede Jelinek.
MS/dw/dpa/ap
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais