França registra primeira morte pelo novo coronavírus na Europa | Notícias internacionais e análises | DW | 15.02.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

França registra primeira morte pelo novo coronavírus na Europa

Vítima é turista chinês de 80 anos e natural da província de Hubei, comunica ministra da Saúde. Egito registra primeiro caso da doença na África. China tem mais de 66 mil infectados e 1.523 mortos.

O governo da França comunicou neste sábado (15/02) a primeira morte causada pelo coronavírus causador da doença Covid-19 na Europa. A vítima é um turista chinês de 80 anos, que morreu em decorrência de uma infecção pulmonar num hospital de Paris, afirmou a ministra da Saúde, Agnès Buzyn.

A França registrou 11 casos do novo coronavírus, que já matou mais de 1.500 pessoas em todo o mundo, a ampla maioria delas na China.

A vítima é um homem natural da província de Hubei, o foco do surto. Ele chegara à França em 16 de janeiro e fora hospitalizado e colocado em isolamento no dia 25. Porém, seu estado de saúde piorou rapidamente. A filha dele também está internada em Paris, mas deverá ter alta em breve. 

O anúncio da França confirma também a primeira morte fora da Ásia. Até então, apenas três pessoas haviam morrido fora da China continental: uma nas Filipinas, uma em Hong Kong e uma no Japão.

Nesta sexta-feira, o Ministério da Saúde do Egito anunciou ter registrado o primeiro caso de Covid-19 no continente africano. O portador da doença não é egípcio, indicou o ministério, sem precisar a nacionalidade. Ele foi colocado em quarentena.

A China registrou 143 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 1.523, comunicou a Comissão Nacional de Saúde neste sábado.

De acordo com os dados oficiais mais recentes, foram contabilizados 2.641 novos casos, o que eleva para 66.492 o número de infectados detectados até o momento no país.

As mortes devido à doença causada por coronavírus em Hubei aumentaram em 139 nas últimas 24 horas, o que totaliza 1.457, detalhou a Comissão Provincial de Saúde da região.

Em Hubei também foram registrados 2.420 novos casos, elevando para 54.406 o número de detectados até agora na mesma província. Das novas 139 mortes, 107 ocorreram na capital provincial, Wuhan, que permanece em quarentena desde 23 de janeiro.

O número de novas mortes anunciadas em Hubei neste sábado é superior ao do dia anterior: na sexta-feira, foram 4.823 novos casos confirmados, e o número de mortes aumentara em 116.

AS/afp/efe/lusa

__________________________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter