1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Mulher pedala com máscara em Paris
Dois terços dos franceses que receberam o subsídio moram em cidades com menos de 20 mil habitantesFoto: SWR
SaúdeFrança

França paga reparo de 1 milhão de bicicletas na pandemia

30 de novembro de 2020

Para estimular o uso deste meio de transporte, governo do país ofereceu 50 euros para conserto de bicicletas antigas. Com sucesso do programa, subsídio é estendido até março.

https://p.dw.com/p/3m2s1

Mais de um milhão de franceses solicitaram o subsídio de 50 euros (cerca de 319 reais) oferecido pelo governo para o conserto de bicicletas como parte do pacote de medidas para combater a pandemia de coronavírus no país. O benefício visava estimular o uso deste meio de transporte.

Diante deste sucesso, o governo da França anunciou nesta segunda-feira (30/11) a extensão do programa de subsídio para até o final de março. O anúncio vem após o relaxamento do segundo lockdown imposto no país.

"Depois deste segundo lockdown, o governo quer encorajar os franceses a usarem mais a bicicleta para se locomoverem", afirmou a ministra francesa do Meio Ambiente, Barbara Pompili.

Segundo a ministra, cerca da metade dos que solicitaram o benefício raramente andava de bicicleta antes da pandemia. "Isso fez com que 500 mil pessoas passassem a pedalar", acrescentou.

Dois terços dos franceses que receberam o subsídio moram em pequenas cidades com menos de 20 mil habitantes.

Apesar do pequeno avanço, apenas 3% dos franceses usam a bicicleta como meio de locomoção todos os dias. O governo deseja triplicar esse número e, para isso, Pompili anunciou um programa de 30 milhões de euros para estimular empresas a melhorar as instalações para bicicletas, com o financiamento de 20 mil espaços de estacionamento seguros.

De acordo com o chefe da Federação de Ciclismo Francesa, Olivier Schneider, há entre 25 e 40 milhões de bicicletas na França, mas cerca de 15 milhões delas estão em mau estado de conservação.

"Há uma grande demanda por bicicletas novas em todo o mundo e novas bicicletas podem ser difíceis de encontrar. Assim o subsídio para o conserto é uma ótima maneira de colocar bicicletas antigas na estrada novamente", acrescentou Schneider.

CN/rtr/ots

Pular a seção Mais sobre este assunto
Pular a seção Conteúdo relacionado