França está sob alerta após anúncio de ameaça terrorista | Notícias internacionais e análises | DW | 21.09.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

França está sob alerta após anúncio de ameaça terrorista

País está sob vigília após serviço de inteligência declarar que uma mulher-bomba estaria planejando um ataque. Para ministro do Interior francês, nação enfrenta uma ameaça terrorista real.

default

Torre Eiffel foi evacuada depois de falsa ameaça de bomba

A segurança no território francês foi intensificada depois que funcionários da área de inteligência relataram risco de um possível ataque suicida.

O aviso veio dos serviços de inteligência da Argélia e, segundo informações reportadas, a bomba teria sido planejada para ser usada por uma mulher, cujos alvos seriam o sistema de transporte metroviário de Paris ou lugares de grande movimentação pública.

"A ameaça de terrorismo é real, nós aumentamos nossa vigilância", disse Brice Hortefeux, ministro francês do Interior nesta segunda-feira, sem dar mais detalhes específicos.

O alerta acontece logo após a proibição do uso dos véus que cubram o rosto em locais públicos franceses, na semana passada, e depois das recentes ações do Exército francês contra militantes islâmicos na África do Norte.

Sequestros no Níger

As autoridades chamaram a atenção para a ameaça de um possível atentado desde julho, quando soldados franceses se envolveram em um ataque a um campo da Al Qaeda, no Mali.

Frankreich Terror Schießerei in Vorort von Paris

Polícia reforçou presença nas ruas francesas

A vertente da Al Qaeda na África do Norte, a Al Qaeda no Maghreb Islâmico (AQIM), afirmou que irá matar cidadãos franceses em um ato de vingança pelos guerrilheiros assassinados no campo. Como resposta às ações da França, membros da AQIM assassinaram um engenheiro francês de 78 anos, sequestrado no Níger.

Além disso, outros cinco franceses foram feitos reféns na mesma região na última semana, segundo reportado pela AQIM.

Falsa ameaça

O chefe do escritório de inteligência da França, Bernard Squarcini, concedeu uma série de entrevistas, recentemente, reforçando o alerta. "Orquestrar um ataque em nosso território está entre os objetivos deles", declarou Squarcini ao jornal Le Monde no último domingo.

Autoridades aumentaram visivelmente as unidades de patrulhas militar e civil em pontos turísticos, incluindo a Torre Eiffel, onde 2000 pessoas foram evacuadas na última semana, depois de uma falsa ameaça de bomba.

MDA/rtr/dw/ap/dpa
Revisão: Carlos Albuquerque

Leia mais