Fifa dividiu a venda dos ingressos em várias fases | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 03.02.2006
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Fifa dividiu a venda dos ingressos em várias fases

Muitos interessados para poucos ingressos. Esta é a grande dificuldade de garantir acesso aos estádio para assistir a atuação dos melhores jogadores do mundo.

default

Os bilhetes oficiais para o Mundial

A Fifa chegou a mais uma etapa de venda dos ingressos para a Copa do Mundo. Desde o dia 12 de dezembro, os interessados podem acessar o site da federação (www.fifaworldcup.com) e se candidatar a um dos 250 mil ingressos. O processo pode ser feito até o dia 15 de janeiro. Como na primeira fase, os tickets serão distribuídos por sorteio.

"Depois do sorteio dos grupos, a procura por ingressos é mais objetiva", explicou o vice-presidente do comitê organizador da competição. Para Horst Schmidt, isso representará uma procura ainda maior.

"Com exceção do jogo de abertura entre Alemanha e Costa Rica, no dia 9 de junho em Munique, estão à disposição entradas para todas as outras partidas", lembra Schmidt.

A lista aberta para inscrição no sorteio de ingressos que possam ser devolvidos para a Fifa dá uma nova esperança aos torcedores que estavam descontentes por não conseguir garantir lugar nos estádios a fim de assistir os jogos da Copa do Mundo de 2006.

Alerta da Fifa

A Fifa alerta para que os torcedores tenham cuidado com agências que oferecem pacotes de viagem com os bilhetes incluídos. Pela via postal, a compra só é possível mediante a utilização do formulário oficial da Fifa, que está disponível no site da federação ou pelo endereço:

2006 FIFA World Cup™ Ticketing Center (FWCTC)

Kennwort: 2006 FIFA World Cup Germany™

60583 Frankfurt am Main.

O formulário preenchido tem que ser enviado para o mesmo endereço. Encomendas por fax também só podem ser feitas com o mesmo formulário, disponível sob o número +49 (0)900 1 585858

Os formulários podem ser preenchidos online ou no papel, e o pagamento só pode ser feito com cartão de crédito ou transferência bancária. Quem tiver conta na Alemanha pode fazer uma autorização para débito automático.

Há um limite de quatro ingressos por jogo e por domicílio. Cada comprador pode levar ingressos para no máximo sete jogos. Na categoria mais barata, no entanto, esse limite cai para dois ingressos para até três jogos. Só é permitido comprar ingressos para uma categoria por jogo.

Os organizadores dividiram a venda em cinco fases:

  • 1º de fevereiro a 31 de março de 2005
  • 1º de maio a 15 de novembro de 2005
  • 12 de dezembro de 2005 a 15 de janeiro de 2006
  • 15 de fevereiro a 15 de abril de 2006
  • 1º de maio até 9 de julho de 2006.

    Procura maior que a oferta

    Especialistas estimam que 30 milhões de torcedores devem procurar ingressos, mas apenas 3,2 milhões de ingressos serão vendidos. Cerca de 800 mil bilhetes são destinados ao público alemão. Para torcedores de outros países serão disponibilizados 812 mil ingressos na primeira fase das vendas. Terminado o prazo para pedidos, as entradas serão sorteadas eletronicamente.

    Aproximadamente 450 mil ingressos ficam com a Fifa e seus patrocinadores, outros 150 mil são reservados a agências de viagens. Pelo menos mil ingressos de cada jogo são destinados à mídia. Oito por cento das entradas vão para os países participantes e serão vendidos só mais tarde – cada um dos 204 países da Fifa, das Ilhas Virgens a São Vicente, tem direito a essas entradas.

    Destes, muitos voltarão à Alemanha e "poderão ser vendidos a qualquer um", segundo o presidente da Federação Alemã de Futebol Theo Zwanziger. Além do mais, muitas empresas sortearão ingressos entre seus clientes.

    Custo dos ingressos

    O presidente do Comitê Organizador, Franz Beckenbauer, fez questão de garantir a existência de uma categoria de ingressos chamada de "populares". Mas nem estes são tão baratos assim: uma entrada para um jogo da Primeira Fase custa 35 euros nos lugares mais baratos. Quem quiser estar presente na final do Estádio Olímpico de Berlim poderá pagar até 600 euros. Na final, os bilhetes mais baratos custam 120 euros.

    Os chamados Ingressos VIP são mais caros. O pacote Premium para Berlim, por exemplo, que dá direito a cinco jogos mais a final para quatro pessoas, custa 48 mil euros – com direito a estacionamento, entrada separada e comida.

    Bolsa de ingressos

    Em coordenação com a Fifa, o Comitê Organizador (CO) da Copa vai disponibilizar um portal especial na internet, onde os torcedores poderão revender ou transferir ingressos já comprados para o torneio. A "bolsa de ingressos" será colocada online em 1º de fevereiro de 2006. Detalhes do sistema ainda serão divulgados pelo CO.

    A Fifa quer impedir, na medida do possível, a comercialização de bilhetes no mercado negro, já que as entradas serão associadas ao nome do comprador. Na entrada do estádio, haverá um controle aleatório e quem tiver entradas com nomes diferentes ficará de fora. A Federação quer impedir também o leilão ilegal de ingressos no eBay.

    A exemplo da Copa de 98, negociar ingressos com cambistas no Mundial da Alemanha é arriscado. Na França, as entradas eram vendidas a preços muito mais elevados mesmo após o início das partidas. Entretando, na Eurocopa 2004, até mesmo bilhetes para as partidas semifinais custavam 5 euros pouco antes do começo do jogo.

    Mais informações pelo telefone

    00xx49 (0)1805262006

    em que se pode escutar as instruções em alemão, inglês, francês e espanhol. No entanto, não é possível fazer perguntas individuais.

Leia mais

Links externos