Fernando Meira: ″Cristiano Ronaldo é nossa grande vantagem″ | Acompanhe a cobertura especial sobre as partidas da Eurocopa | DW | 29.05.2008
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Eurocopa

Fernando Meira: "Cristiano Ronaldo é nossa grande vantagem"

O zagueiro do Stuttgart Fernando Meira fala a DW-WORLD.DE sobre o entusiasmo de Portugal com Cristiano Ronaldo e sobre a nova geração no futebol português, comandada pelo experiente técnico Luiz Felipe Scolari.

default

Meira, quarto colocado na Copa de 2006

DW-WORLD.DE: Fernando Meira, seu país foi o anfitrião da última Eurocopa. Agora Portugal jogará na Suíça. O que você espera lá?

Fernando Meira: Espero que os torcedores na Suíça possam contagiar a equipe. Também espero que nos estádios, embora sejam pequenos, o clima seja ainda melhor do que nas últimas Eurocopa e Copa do Mundo.

Você teve de esperar bastante tempo para poder participar de uma Eurocopa. Como você se sente hoje ao pensar em 2004, quando não foi convocado para a seleção portuguesa?

Na época, foi uma grande decepção para mim. Naquela altura, aceitei a decisão e continuei trabalhando. Tenho a chance de jogar a Euro e farei de tudo para ter sucesso.

Nos últimos anos, Portugal tornou-se uma das equipes mais fortes do mundo. Por que ainda não foi conquistado nenhum título?

O motivo é que também as outras equipes são sensacionais. Não é fácil ganhar um torneio como a Eurocopa. Mesmo assim, esta é nossa meta e continuaremos tentando atingi-la.

Na Euro 2008?

Esta é naturalmente uma possibilidade. Será muito difícil, mas vamos fazer de tudo.

Realmente o Grupo A não é fácil.

Sim, este é um grupo difícil, mas não vejo nenhum grupo mais fácil na competição. Temos nossa chance e vamos fazer de tudo para atingir a próxima fase.

Portugal chegará novamente à final?

Eu só penso até o dia 15 de junho, quando teremos nossa terceira partida. Espero que possamos apresentar o grande potencial que temos. Nosso grupo é bem difícil, mas vamos, e queremos, de qualquer maneira, seguir adiante.

Neste dia vocês jogam contra a Suíça, que teoricamente é a mais fraca do grupo.

Não, ninguém será fácil. Por jogar em casa, o time naturalmente terá o apoio da torcida, isto é extremamente importante. A Suíça tem uma defesa relativamente boa, vimos isso no último Mundial.

É difícil fazer um gol contra a Suíça, embora a Alemanha tenha vencido um amistoso por 4 a 0. Eles também têm jogadores como [Alexander] Frei ou [Tranquillo] Barnetta, que podem decidir um jogo. Temos de atentar para jogadores como eles.

Como você avalia a Turquia?

Fernando Meira mit Meisterschale

Jogador com o troféu de campeão alemão em 2007

Eles têm o Bastürk, que está muito bem. Ele fez várias apresentações boas pelo Stuttgart na última temporada. Mostrou que está em boa forma e que é muito difícil segurá-lo. Vou passar estas informações ao meu treinador. Naturalmente que há outros jogadores na equipe turca, como por exemplo os irmãos Altintop, que são bons.

Eles também têm jogadores experientes. Temos de tomar cuidado para que não marquem um gol antes de nós, porque depois será difícil. Eles normalmente são bons no contra-ataque.

Os tchecos chegam a ser os favoritos do grupo?

A equipe tcheca tem mais experiência. Ela tem sete jogadores mais velhos, que também já atuaram na Copa do Mundo e na Eurocopa, e o [Jan] Koller é uma grande referência no ataque.

Agora eles perderam o [Tomas] Rosicky. Esta também é uma informação importante para o adversário. Mesmo assim, a equipe tem outros jogadores com muitas qualidades. Eles são um rival difícil.

Portugal tem em seu plantel o jogador atualmente mais cobiçado: Cristiano Ronaldo. O que significa para a equipe atuar com uma estrela como ele?

É uma motivação e uma honra para a gente ter um amigo e um supercraque como ele. Eu já falei para ele que vamos ajudá-lo a fazer seu jogo. Ele é uma estrela mundial que pode decidir qualquer partida, mas também sabemos que não pode jogar sozinho e por isso vamos ajudá-lo. Claro que ele é o nosso maior reforço.

Isto não significa que Portugal depende de Cristiano Ronaldo?

Isso não, mas ele é nossa maior vantagem.

A era da geração Figo acabou. Agora que faltam estes destaques vai começar tudo de novo do zero?

Não, isto é completamente normal numa equipe. A renovação é bem normal. Aprendemos muito com jogadores como Figo, Rui Costa ou Maniche. Os novos jogadores têm personalidade e mentalidade próprias. Continuaremos tendo êxito com estes jogadores novos.

O trabalho com Felipe Scolari valeu a pena. Depois da Copa, Portugal classificou-se pela segunda vez para um grande torneio.

Portugal Luiz Felipe Scolari Nationaltrainer Fußball EM

Scolari é elogiado por Meira

Valeu a pena. Ele já ganhou quase tudo. Tivemos muito sucesso com ele nos últimos anos. É uma honra trabalhar com ele. Só espero que ele ainda fique alguns anos com a gente. Portugal é ainda mais forte com Scolari.

Você e Hugo Almeida são jogadores da seleção portuguesa que atuam na Bundesliga. O que significa esta sua experiência para a seleção?

A Suíça tem muitos jogadores na Bundesliga e para nós é vantagem conhecê-los. O futebol alemão difere bastante do jogado em Portugal e na Espanha. Claro que é uma vantagem quando se conhece sistemas diferentes de jogo.

Vocês trocam estas informações dentro da equipe?

Almeida e eu aprendemos algumas coisas de outras seleções, como por exemplo da Suíça. É fácil, pois já conhecemos a maioria dos jogadores.

Dois jogadores que estão com você no Stuttgart, Ludovic Magnin (Suíça) e Yildirai Bastürk (Turquia), serão seus "inimigos" na Euro 2008.

Sim, em campo. Como são meus amigos, espero que joguem bem no torneio. Infelizmente um ou dois não poderão seguir adiante. Espero que não ganhem de Portugal.

Fernando Meira (29 anos) atua na Bundesliga desde 2001. Em 2007 foi campeão alemão com o Stuttgart. Meira, que não participou da Euro 2004 em Portugal, conquistou o quarto lugar com a seleção portuguesa na Copa de 2006 na Alemanha.

Leia mais