Esculturas de lixo: um alerta sobre o futuro | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 27.02.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Esculturas de lixo: um alerta sobre o futuro

[Vídeo] Artista português Bordalo II transforma o lixo das ruas de Lisboa em esculturas de animais.

Assistir ao vídeo 03:30

O português Artur Bordalo, ou Bordalo II como ele assina, é conhecido por fazer esculturas de animais com materiais descartáveis. Lixo para alguns, tesouro para outros: a arte upcycling de Bordalo II é cheia de imaginação - e consciência ambiental.

As primeiras esculturas feitas de lixo surgiram em 2014 pelas ruas de Lisboa. Bordalo II reúne objetos encontrados nas ruas ou em ferros-velhos: bonecas, pneus, celulares, tubos - tudo vira matéria-prima nas mãos dele.

Atualmente, 30 esculturas do artista português estão em cartaz na exposição Accord de Paris, na Galeria Mathgoth, em Paris. Essa é a primeira exposição solo de Bordalo II na capital francesa. O nome da exposição é uma referência ao Acordo de Paris sobre o Clima - um tratado que, para o artista, não dá conta do recado.