1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Foto: Reuters

Em Frankfurt, escritores cobram Nobel para um brasileiro

Luisa Frey
10 de outubro de 2013

Após anúncio de que canadense foi laureada, autores brasileiros manifestam misto de descrença e esperança de que prêmio possa ir um dia para o país. Antônio Carlos Viana e João Paulo Cuenca dizem que já passou da hora.

https://www.dw.com/pt-br/em-frankfurt-escritores-cobram-nobel-para-um-brasileiro/a-17150216

Logo após o anúncio do Prêmio Nobel de Literatura nesta quinta-feira (10/10), a notícia correu pela Feira do Livro de Frankfurt e foi comentada pelos autores brasileiros. A ganhadora – a contista canadense Alice Munro – ainda é pouco conhecida no Brasil, país que, para muitos, mereceria ter levado o prêmio.

"Acho que o Brasil já deveria ter ganhado o Nobel de Literatura há muito tempo. Mas a Língua Portuguesa está na periferia do mundo. Eventos como a Feira de Frankfurt ajudam a mudar isso", diz o escritor João Paulo Cuenca.

Assim como Cuenca, também a autora Carola Saavedra diz ter ouvido falar de Munro, mas não conhece a obra da canadense em detalhes. Para a jovem escritora chileno-brasileira, sempre é o momento de receber um Nobel. "O Brasil tem uma literatura de alta qualidade e espero que chegue o momento de o país entrar para a lista dos premiados."

O cearense Ronaldo Correia de Brito diz ter lido apenas uma obra de Munro, mas já havia ouvido que ela poderia ser a ganhadora. Quanto ao Brasil, ele afirma que havia uma expectativa geral de a premiação ser concedida a Clarice Lispector e ao poeta Ferreira Gullar.

O escritor Antônio Carlos Viana reforça que já passou da hora de o Brasil ganhar o prêmio. "Há muitos nomes que já poderiam ter ganhado, como Carlos Drummond de Andrade, Érico Veríssimo e Jorge Amado. Agora é preciso formar outros nomes. Acho que a literatura brasileira está formando uma nova geração com grande potencial, mas que vai demorar para alcançar o calibre da anterior."

Luiz Ruffato Schlagwörter: Luiz Ruffato, Schriftsteller, Brasilien, Brasilianische Literatur Beschreibung: Porträt des brasilianischen Schriftstellers Luiz Ruffato Datum: 12.08.2013 Copyright: Márcia Zoet
Ruffato: Nobel é um prêmio políticoFoto: Márcia Zoet

Apesar de o país ainda não ter recebido o Nobel, Brito acredita que o Brasil esteja mostrando ser um país que tem boa literatura. "Há muitos escritores com uma produção bastante diversa, já que somos um país de dimensões continentais, com tantas regiões e linguagens. Acho que o Nobel pode vir um dia. Vamos esperar, mais uma vez."

Já Luiz Ruffato tem uma visão realista sobre a premiação literária. "Acho que o Nobel é um prêmio político. E isso não é uma crítica, é uma constatação. O Brasil vai ganhar um Nobel no momento em que for suficientemente forte politica e economicamente."