Em cima da hora, Chávez cancela viagem ao Brasil por motivos médicos | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 10.05.2011
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Em cima da hora, Chávez cancela viagem ao Brasil por motivos médicos

A mensagem chegou em Brasília horas antes da chegada prevista de Hugo Chávez. Presidente venezuelano teria machucado o joelho. Em seu lugar, lider enviou ao Brasil seu ministro do Exterior.

default

Hugo Chávez deve ficar em repouso absoluto

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, cancelou a visita que faria ao Brasil nesta terça-feira (10/05). A notícia da desistência chegou a Brasília ainda na madrugada. Segundo nota divulgada pelo Itamaraty, Chávez não pode viajar por razões médicas, "por tratamento de lesão no joelho, que exigirá repouso nos próximos dias".

Na página oficial do governo venezuelano, Chávez explicou a lesão. "Esta manhã saí para caminhar, fui dar um passeio e comecei a correr um pouco antes de pegar o avião que estava programado para sair ao meio-dia, eu bati meu joelho e houve vazamento de fluido, inflamação e dor, estou aqui com os médicos. Eles me deram repouso absoluto por vários dias, mas ainda não sei quantos".

No lugar do líder venezuelano, o ministro das Relações Exteriores, Nicolás Maduro, está no Brasil e irá se encontrar com o colega de pasta brasileiro, Antonio Patriota. Eles irão examinar "os principais temas das agendas bilateral e regional", diz a nota do Itamaraty.

Também foram suspensas as visitas que Chávez faria ao Equador e a Cuba. Chávez lamentou a suspensão da viagem e comentou que mantém uma relação estratégica e bastante ampla com o Brasil, "e essa relação irá seguir com uma dinâmica muito positiva."

No Equador, o presidente venezuelano trataria de acordos de cooperação, projetos pesqueiros, turísticos, gás, petroquímica e projetos sociais. Já em Cuba, estava previsto o estabelecimento de convênios – "mas faremos tudo isso logo", escreveu Chávez em sua página pessoal.

Autora: Nádia Pontes
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais