Doações batem recorde na Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 01.03.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Doações batem recorde na Alemanha

Alemães doaram 5,5 bilhões de euros em 2015. Valor é maior registrado no país desde 2005. Mais de 75% de montante foi para ajuda humanitária. Solidariedade é impulsionada pela crise de refugiados e terremoto no Nepal.

Os alemães doaram 5,5 bilhões de euros a organizações e a igrejas em 2015, revelou um estudo divulgado pelo Conselho Alemão de Doações nesta terça-feira (01/03). Esse valor foi o maior registrado no país desde 2005 e representou um crescimento de quase 12% no volume de doações em relação a 2014.

"O aumento está relacionado à crise de refugiados", disse a pesquisadora da Sociedade para Pesquisa sobre Consumo Gertrud Bohrer, que apontou ainda o terremoto no Nepal, em maio, como outro fator que impulsionou as doações.

Além de doações financeiras, os alemães também prestaram trabalho voluntário. Quase 47% da população do país se engajou em prol dos refugiados. Aproximadamente 31,8 milhões de alemães contribuíram com dinheiro, objetos e roupas, ou tempo para organizações de apoio a migrantes.

O estudo também mostrou que na Alemanha cerca de 22,7 milhões de pessoas fizeram doações financeiras. A média doada foi de cerca de 37 euros por ano. O maior aumento foi registrado em arrecadações de ajuda humanitária, com um crescimento de 476 milhões de euros. Essa área recebeu 79,3% do total das contribuições, ou seja, 4,39 bilhões de euros.

Organizações esportivas e de proteção de animais também tiveram aumento nas arrecadações. Uma queda foi registrada, no entanto, nos setores de proteção ambiental e cultural.

Os meses com o maior volume de doações foram, além do tradicional dezembro, maio, quando ocorreu o terremoto no Nepal, e setembro, no início do aumento do fluxo migratório em direção à Alemanha.

CN/dpa/epd

Leia mais