De bicicleta pelo vale do rio Neckar | Conheça os destinos turísticos mais famosos da Alemanha | DW | 30.06.2008

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Turismo

De bicicleta pelo vale do rio Neckar

Rochedos de arenito cercam o vale por onde passa o rio Neckar, no sudoeste da Alemanha. Esta é uma das trilhas de bicicleta mais espetaculares do país.

Vista de Heidelberg, no vale do Neckar

Vista de Heidelberg, no vale do Neckar

Castelos e palácios pontuam esta trilha que atrai inúmeros ciclistas em dias de calor. A conhecida rota também corta vinhedos, passando por vilarejos com casas em estilo enxaimel e pela pitoresca cidade de Heidelberg. O trajeto começa na confluência do rio Neckar com o Reno, na cidade de Mannheim.

Marktplatz von Mannheim

Praça principal de Mannheim

Com uma população de 325 mil habitantes, Mannheim é facilmente acessível de trem. Vale a pena parar na cidade, não apenas por causa do palácio barroco que sedia a universidade local. Atravessando-se a praça Friedrichsplatz, vê-se um dos maiores chafarizes art-nouveau da Europa.

Depois pode-se prosseguir pelo norte do centro de Mannheim, onde a trilha ao longo do Neckar prossegue por 130 quilômetros até Heilbronn.

"Rota dos Castelos" e palácios

A "Rota dos Castelos" corre paralela ao Neckar neste trecho, e uma estrada asfaltada segue até Heidelberg. Inicialmente, a trilha acompanha o rio, mas depois ela desvia, passando por campos abertos com vista para as montanhas de Odenwald e Königstuhl.

Pouco antes de Heidelberg, a rota se bifurca: o caminho sobre a ponte leva à cidade de Ladenburg e o outro, ao longo da margem direita do rio, vai até Edingen-Neckarhausen, de onde se pode chegar a Ladenburg de balsa.

Visitar Ladenburg – com seu centro histórico, a praça do mercado e suas casas em enxaimel – é como voltar no tempo até a Idade Média.

Heidelberg

Ponte sobre o Neckar, em Heidelberg

Por qualquer uma das duas rotas, o ciclista não demora a chegar a Heidelberg, um destino turístico popular por causa de seus palácios, da velha ponte, das ruínas do castelo e do centro barroco.

Após alguns quilômetros pedalando ao longo da estrada, o cenário se torna mais idílico na travessia de Neckargemünd e Neckarsteinach, com seus quatro castelos.

Cidades dignas de serem vistas

É possível se pedalar um longo trecho à sombra, pela trilha ao longo do Neckar até Hirschhorn, que também tem um castelo, e depois até Eberach, com sua antiga prefeitura.

O castelo Zwingenberg, um dos mais bem preservados do Neckar, se situa sobre rochedos escarpados à margem esquerda do rio. Para chegar lá, no entanto, é necessário pegar uma outra balsa.

Quando o nível da água está alto, a balsa não circula. Nesse caso, é preciso desviar pelas colinas ou ao longo da estrada até a margem oposta.

Após chegar em Neckargerach, pode-se atravessar o rio novamente pela ponte e pedalar na trilha pavimentada, ao longo de campos verdes, na direção de Obrigheim.

Heilbronn, Kilianskirche

Heilbronn

A última estação do trajeto é Heilbronn, onde a trilha circular e a Rota dos Castelos se separam.

Esse também é o ponto onde se pode optar por continuar até Neckarursprung, no limite com o planalto de Schwäbisch Alb, ou pela Rota dos Castelos, que leva ao centro histórico de Nurembergue.

Leia mais