CRISE FINANCEIRA | Escreva sua opinião, comentários, críticas ou sugestões | DW | 28.02.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sua Opinião

CRISE FINANCEIRA

A crise financeira foi o tema central dos comentários de nossos leitores esta semana. Mas temos também opiniões sobre cultura e integração, criacionismo e evolução, Bento 16 e a mídia.

default

Para acabar com o déficit de muitos países, a solução mais prática seria também limitar o spread bancário para as nações ricas, em desenvolvimento e pobres. Se um país tem dificuldades para o cumprimento de obrigações e encargos financeiros, com juros normais, não é justo que seja obrigado a pagar juros reais exorbitantes para rolar dívidas ou contrair novos financiamentos para investimentos prioritários. Hoje os socorros do FMI são praticamente direcionados para atender o pagamento de encargos financeiros elevados e abusivos. Na reunião do G20, o spread bancário poderia ser limitado a 3% ao ano, com exigência de que os países beneficiados com recursos do FMI e de outros organismos oficiais de crédito assumam o compromisso de que o déficit fiscal e monetário não possa ultrapassar 4% do PIB. É uma fórmula para impor obrigações de seriedade aos governantes no trato do erário e limitar a atuação da especulação financeira mundial e perversa. [...]
João da Rocha

A crise econômica é pura especulação financeira. Observem quem ganha e vejam que são as instituições financeiras. A mídia colabora abertamente, os governos não cuidam da ferida e o povo, como sempre, acredita que é o culpado.
José Maria Viana Campos

As montadoras de automóveis terão de mudar de estratégia. Já estão acontecendo mudanças importantes na produção (redução de carga horária, e como consequência uma queda direta na produção). As montadoras devem tornar os automóveis mais atrativos ao comprador, e para isso devem contar com a ajuda dos governos e de Deus, caso esta crise perdure por algum tempo.
Marcelo Leão Cassettar


CULTURA E INTEGRAÇÃO

É histórico que as culturas interagem, uma absorve a outra, totalmente ou parcialmente. As sociedades se formam e evoluem com respeito às normas morais da maioria e com isso propiciando e visando a harmonia social. As normas impostas devem observar tais parâmetros, para continuarem a evoluir para uma sociedade mais justa, pois existe uma única raça, a raça humana, que habita um planeta num imenso universo.
J. Batista

Na história do nosso mundo nada é constante, tudo está em movimento. Talvez as "culturas" em si não morram definitivamente, mas, se fundam (ex.: o continente europeu é praticamente um caldeirão multiétnico). Então não devemos nos esquecer nunca de quem realmente somos... seres humanos.
Thiago Torres Deolindo


CRIACIONISMO E EVOLUÇÃO

Para mim, criacionismo não pode ser encarado como ciência. Crer na Criação é manifestação de fé no Criador ou "Arquiteto do Mundo" como diz Platão. Por outro lado, o Evolucionismo é uma teoria científica e que tem base no método científico. Portanto, pode ser testada e, posteriormente, confirmada ou refutada.
Alexandre da Silva Sanchez

Há um diálogo entre as ciências da vida, e todas as ciências em geral e a cultura, que amplia e aprofunda nossa interpretação do sentido do mundo, da vida. E leva as ciências a buscarem mais conhecimento.
Siegfried Fuchs

O PAPA BENTO 16 E A MÍDIA

O Papa Bento 16 está trabalhando em prol da Igreja de Cristo e de sua doutrina imutável. O fato de ele ter retirado a excomunhão de D. Williamson não quer dizer que ele concorde com sua posição negligente ao Holocausto, fato esse condenado pela Igreja e pelo próprio Bento 16. D. Williamson pediu desculpas pelo que disse e o mal-estar que foi ocasionado pela sua entrevista. No mais, a mídia e setores antitradicionalistas na Igreja querem comparar opiniões políticas e históricas no mesmo nível que em matéria de fé e moral, onde a Igreja exerce autoridade infalível.
Higor Leonardo





Leia mais