1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Foto: picture-alliance/AP

Coreias retomam negociações sobre parque industrial conjunto

6 de julho de 2013

A Coreia do Sul e a Coreia do Norte iniciaram conversas para reabrir complexo industrial de Kaesong, tido como um símbolo da cooperação entre os países rivais. Encontro marca primeira tentativa de diálogo em anos.

https://p.dw.com/p/193AK

Representantes da Coreia do Sul e da Coreia do Norte se reuniram neste sábado (06/07) na zona desmilitarizada que divide os dois países, com o objetivo de dialogar sobre o futuro do complexo industrial de Kaesong, fechado há três meses por determinação de Pyongyang, e que era considerado um símbolo da cooperação entre os países rivais. Entretanto, não foram divulgadas informações sobre o progresso das conversas.

O encontro ocorre depois de as duas Coreias terem restabelecido a comunicação, com a reabertura da linha telefônica que serve como único contato entre os dois países. A ligação havia sido cortada por Pyongyang há cerca de um mês. 

De acordo com a proposta de Seul, o encontro serviria para abordar principalmente o possível acesso de empresários da Coreia do Sul ao complexo industrial, localizado em território norte-coreano, para verificar as instalações, e manter o espaço e os equipamentos. As delegações também concordaram em conversar sobre um possível reinício dos trabalhos no local.

Tema urgente

Kaesong é um dos temas mais urgentes na agenda bilateral, já que o complexo permanece fechado desde abril, depois de a Coreia do Norte ter retirado seus 53 mil operários que atuavam nas 123 unidades sul-coreanas do parque industrial, criado como forma de cooperação com o vizinho do norte. A decisão foi tomada por Pyongyang após a Coreia do Sul ter realizado exercícios militares com tropas norte-americanas perto da fronteira.

O parque, que reunia trabalhadores norte-coreanos e investimentos da Coreia do Sul, era responsável por quase 2 bilhões de dólares anuais em comércio transfronteiriço. Era o último projeto conjunto restante das duas Coreias, após a piora nas relações binacionais verificada nos últimos cinco anos.

MD/ap/lusa

Pular a seção Mais sobre este assunto