1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW

Como a ciência combate a malária no Brasil

4 de julho de 2018

Entre o trabalho nas comunidades e no laboratório, cientistas investigam como o parasita plasmodium vivax espalha a malária pelo Brasil.

https://www.dw.com/pt-br/como-a-ci%C3%AAncia-combate-a-mal%C3%A1ria-no-brasil/video-44491890

No Brasil, a malária voltou a fazer mais vítimas. Em 2017, foram registrados 17688 casos, um salto de mais de 60% em relação ao ano anterior, que registrou 10915 casos. Até abril de 2018, segundo dados do Ministério da Saúde, houve 13638 pacientes de malárias, aumento de 43% em relação ao mesmo período do ano passado. Diferentemente da África e Ásia, onde o plasmodium falciparum é dominante, aqui é o plasmodium vivax responsável por cerca de 85% das contaminações. O vivax, por outro lado, é bem menos letal que o falciparum, que mata muitas crianças menores que 5 anos. Veja mais no vídeo.