Coalizão saudita utiliza armas alemãs em guerra no Iêmen | Notícias internacionais e análises | DW | 27.02.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Mundo

Coalizão saudita utiliza armas alemãs em guerra no Iêmen

Armamentos oriundos da Alemanha são utilizados por Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita em operações em mar, terra e ar no Iêmen, mostra investigação. Governo alemão diz não ter conhecimento do assunto.

Veículos de guerra equipados com estações remotas de artilharia produzidas na Alemanha

Veículos de guerra equipados com estações remotas de artilharia produzidas na Alemanha

Armas fabricadas na Alemanha desempenham um papel muito maior na guerra do Iêmen do que se supunha, mostram investigações do projeto #GermanArms (#ArmasAlemãs, em português).

De acordo com o projeto, as Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos e da Arábia Saudita utilizam tecnologia bélica alemã para suas operações em mar, terra e ar no Iêmen.

O país da Península Arábica está em guerra há quase quatro anos, o que levou à morte de dezenas de milhares de pessoas, enquanto outros milhões de habitantes passam fome.

O #GermanArms é um projeto conjunto da DW com a revista Stern, a redação do programa "report München" da emissora bávara Bayerischer Rundfunk, do instituto de pesquisa holandês Lighthouse Report e da rede investigativa internacional Bellingcat.

Representantes do governo alemão asseguraram repetidamente não terem informações sobre a utilização de tecnologia bélica do país na guerra do Iêmen. "Não tenho nenhum conhecimento sobre isso", disse o Ministro da Economia da Alemanha, Peter Altmaier, à DW durante a recente Conferência de Segurança de Munique.

Através de análises de vídeos e imagens de satélite, a equipe do #GermanArms conseguiu identificar diversas armas e tecnologia bélica exportadas pela Alemanha e atualmente em uso no Iêmen.

Foi possível identificar um navio de guerra alemão ancorado no porto de Mokha por meio de imagens de satélite. O porto iemenita havia sido ocupado pouco antes por tropas da coalizão liderada pelos sauditas. Outros navios de produção alemã puderam ser localizados em Assab, em Eritreia. Assab é uma importante base de operações que garante o bloqueio marítimo de portos iemenitas.

O #GermanArms também localizou veículos das Forças Armadas dos Emirados Árabes em Aden e em Al Khawkhah, no sudoeste do Iêmen, equipados com estações remotas de artilharia produzidas pela empresa militar alemã Dynamit Nobel Defence (DND).

Em um vídeo de uma agência de notícias árabe filmado em outubro de 2018, a equipe investigativa identificou um tanque Leclerc francês equipado com um sistema adicional de proteção produzido pela empresa alemã DND.

Além disso, o #GermanArms encontrou indícios do uso dos jatos militares Eurofighter e Tornado, assim como de uma aeronave de reabastecimento aéreo europeia Airbus A330 MRTT pela Força Aérea saudita. Todas essas aeronaves são equipadas com importantes componentes de origem alemã.

O governo da Alemanha preferiu não se posicionar diante de perguntas concretas enviadas pela equipe de investigação. As fabricantes de equipamentos bélicos mencionados afirmaram que sempre agiram dentro da lei.

Apesar de os princípios políticos do governo alemão proibirem exportações de armas para países envolvidos em conflitos armados, o governo alemão chegou a liberar licenças de exportação para alguns itens militares depois que a guerra do Iêmen estourou. O governo também não respondeu perguntas sobre esse tema. A Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos são parceiros estratégicos da Alemanha.

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp

Leia mais