Cinco países que mais usam pesticidas no mundo | Programa de ciência, meio ambiente e tecnologia da DW Brasil | DW | 25.05.2013
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Futurando!

Cinco países que mais usam pesticidas no mundo

Pesquisa sobre o uso de agrotóxicos no mundo mostra o Japão na liderança do ranking, quando considerado o volume de investimento em dólares por tonelada de alimento produzido. Brasil aparece em sexto lugar.

Quando considerado o investimento em dólares por tonelada de alimento produzido, o Japão é líder mundial no consumo de agrotóxicos, segundo estudo feito pela consultoria alemã Kleffmann, encomendado pela Associação Brasileira de Agronegócio (Abag). O Brasil aparece em sexto lugar no levantamento realizado em 2009.

Segundo a Anvisa, responsável por analisar o uso de agrotóxicos e conceder registro no Brasil, juntamente o com o Ministério da Agricultura e o Ibama, os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos consumidos no Brasil não são exatamente altos. Para a entidade, o que são altos são os níveis de irregularidades encontradas.

O Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos apontou o uso de substâncias não autorizadas na cultura alimentar como a principal irregularidade observada. O controle ineficaz do nível de agrotóxico no varejo é um dos principais responsáveis para essa situação, aliado a outros fatores, na avaliação da entidade, como o baixo nível de conscientização de alguns produtores.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), pesticidas são potencialmente tóxicos para outros organismos, incluindo seres humanos. Para a Anvisa, o uso descontrolado de agrotóxicos pode trazer sérios riscos à saúde. Entre os principais problemas estão efeitos neurotóxicos, que afetam os sistemas nervoso e imunológico, problemas respiratórios e o desenvolvimento de alergias, problemas renais, hepáticos e até mesmo câncer.

1. Japão

No primeiro lugar no ranking aparece o Japão, com 97,73 de doláres investidos para cada tonelada de alimento produzido. A Sociedade Ciência Pesticida do Japão tem trabalhado para educar o público sobre o uso dos pesticidas e resíduos em culturas. Muitos simpósios sobre a segurança dos pesticidas para o homem e o meio ambiente foram realizados em vários locais no Japão, a fim de conscientizar consumidores e agricultores. No sistema de produção no Japão predomina a agricultura de muitos produtos diferentes em pequenas áreas.

2. França

A França é o principal consumidor europeu e ocupa a segunda posição entre os países que mais consomem pesticidas. O país investe 22,29 dólares por tonelada. Embora o estudo feito pela consultoria alemã Klefflemann tenha considerado todos os países membros da Comunidade Europeia como um grupo específico, a França se destacou. O Ministério da Agricultura do país tenta desenvolver regulamentos referentes à mistura de pesticidas.

3. Comunidade Europeia

O terceiro colocado da lista é a União Europeia, com investimento de 20,65 dólares para cada tonelada produzida. A pesquisa considerou todos os países membros do grupo. As vendas mundiais de agrotóxicos por continente mostram que, na Europa, o consumo aumentou mais de 20% entre 1997 e 2009. Quando o consumo está relacionado com o número de hectares cultivados (não incluindo pastagens permanentes), o ranking europeu fica o seguinte: Portugal, Holanda, Bélgica e França.

4. Argentina

Com 12,44 dólares de investimento por tonelada, a Argentina é o quarto da lista. O país é citado pela grande competitividade na produção de alimentos, sendo um dos que mais produzem e exportam esses produtos. De acordo com a o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), no setor agrícola a Argentina se destaca em cinco principais culturas: soja, girassol, milho, trigo e feijão. No agronegócio, diferentes formas de produção coexistem, segundo o Pnud.

5. Estados Unidos

Os Estados Unidos investem 9,42 dólares para cada tonelada de alimento produzida. De acordo com a Agência de Proteção Ambiental Americana (EPA, sigla em inglês) em 2001 foram usados nos EUA 4,5 quilos de pesticidas por pessoa – cerca de 675 milhões de quilos de pesticidas utilizados como ingrediente ativo. Os Estados Unidos estão entre os países que estabeleceram programas de monitoramento de resíduos de agrotóxicos.

ADVERTISEMENT
default

DW Brasil no Twitter

Nossos 140 caracteres dizem tudo o que você precisa saber