Casos de sarampo triplicam em um ano na Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 17.08.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Alemanha

Casos de sarampo triplicam em um ano na Alemanha

Quase mil casos da doença foram registrados no país em 2017. Lacuna na vacinação de jovens e adultos e negligência na segunda dose para crianças ajudam a explicar surtos recentes de sarampo.

Carteira de vacinação

Surto de sarampo é impulsionado por descuido na vacinação

Em 2017, 929 casos de sarampo foram registrados na Alemanha, de acordo com o boletim do Instituto Robert Koch (RKI) divulgado nesta sexta-feira (17/08). O número é quase três vezes maior do que em 2016, quando foram reportadas 325 infecções.

A maioria dos casos, 520, foi registrado no estado Renânia do Norte-Vestfália. Segundo o boletim, até junho deste ano, 387 casos de sarampo já foram reportados. O número é menor do que o do mesmo período de 2017.

Desde 2001, a Alemanha adota o registro obrigatório de casos da doença. Com o aumento do índice de vacinação, as infecções têm diminuído nos últimos anos. Porém, o país ainda está abaixo da meta de 95% estipulada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para erradicar a doença.

Principalmente, a segunda dose da vacina, recomendada antes do segundo aniversário da criança, costuma ser negligenciada e aplicada tarde demais. A lacuna na vacinação de jovens e adultos também ajuda a explicar os surtos recentes da doença. O maior deles ocorreu em 2015, quando 2464 casos de sarampo foram registrados na Alemanha.

A diretora do Centro Alemão para Educação em Saúde (BZgA), Heidrun Thaiss, fez um alerta sobre uma "ignorância perigosa" relacionada ao sarampo. Muitos pais acreditam que os filhos deveriam contrair a doença para fortalecer seu sistema imunológico. "O sarampo pode ter consequências dramáticas e levar a morte", ressaltou Thaiss numa entrevista ao grupo de mídia alemão Funke.

Segundo um estudo do BZgA, entre 2% e 4% da população se recusam a tomar vacinas ou imunizar seus filhos. Quase um terço dos alemães tem medo de possíveis reações à vacina.

Muito comum na infância, o sarampo é uma doença infecciosa aguda, viral e extremamente contagiosa, transmitida por secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou mesmo respirar. Entre os principais sintomas da doença estão febre, tosse, manchas brancas do lado de dentro da boca, além de coriza e conjuntivite. O vírus pode ser fatal. Em alguns países é a principal causa de morte de crianças menores de 5 anos.

No Brasil, o sarampo já havia sido erradicado em 2016. O país, porém, enfrenta neste ano um surto da doença que foi ocasionado pela importação do vírus que veio da Venezuela. Casos foram registrados no Amazonas, Roraima, Rondônia, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

CN/dpa/afp/ots

----------------

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp 

App | Instagram | Newsletter

Leia mais