Caminho da Democracia 1989-1999: Schnebel, Barrett, De Mey, Feinmotorik | Quem foi Beethoven | DW | 09.10.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Beethoven

Caminho da Democracia 1989-1999: Schnebel, Barrett, De Mey, Feinmotorik

Série de concertos em Bonn traça paralelos entre seis décadas de história política da República Federal da Alemanha e a vida musical do país na época, sempre em locações históricas.

default

musikFabrik

O antigo salão plenário do Bundestag (câmara alta do Parlamento alemão) em Bonn é luxuosamente mobiliado com pesadas mesas de madeira. Esse espaço de um conservadorismo exemplar foi palco do programa – possivelmente – mais radical no "Caminho da Democracia", a maratona de concertos de um dia realizada no Beethovenfest 2009.

O programa incluiu obras experimentais de compositores europeus contemporâneos, ao lado de uma sessão de improvisação pelo grupo de DJs que porta o bem-humorado nome Institut für Feinmotorik (Instituto de Motricidade Fina).

As obras Musique de tables, do belga Thierry de Mey, e Bauernszene, do alemão Dieter Schnebel, pertencem ao gênero intitulado sound music. Na peça de Schnebel, os instrumentos são o girar de pratos e o tilintar de talheres; enquanto em De Mey seis mãos percutem, palmeiam e arranham as veneráveis mesas. Interference, do britânico Richard Barrett, explora o universo sonoro do clarinete baixo. A peça foi composta para Carl Rosman, músico do conjunto musikFabrik.

Quatro DJs da cidade de Colônia se reuniram sob um apelido pseudo-científico: Institut für Feinmotorik. Eles têm como instrumento principal, naturalmente, o toca-discos, mas complementado por qualquer objeto que provoque som. Seu prazer de improvisar é visível, para grande alegria das classes infantis presentes ao concerto.

Programa

Dieter Schnebel (1930)
Bauernszene

Richard Barrett (1959)
Interference

Thierry de Mey (1956)
Musique de tables

Institut für Feinmotorik
De minimal techno a rocking grooves

Intérpretes

Solistas da musikFabrik: Carl Rosman, Thomas Meixner, Alban Wesly, Thomas Oesterdiekhoff e Dirk Rothbrust
Institut für Feinmotorik: Daniel van den Eijkel, Mark Bruederle, Florian Meyer e Marc Matter

Concerto gravado pela Deutsche Welle em 6 de setembro de 2009, no antigo salão plenário do Bundesrat, em Bonn.

ab/av

Publicidade