Brasil vence Chile e está nas quartas de final | Fique informado sobre tudo o que acontece na Copa do Mundo | DW | 28.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Brasil vence Chile e está nas quartas de final

Com gols de Juan, Luís Fabiano e Robinho, Brasil se impôs sobre o Chile, fez 3 a 0 e garantiu a classificação com tranqüilidade. Próxima adversária será a Holanda, que venceu todos os seus jogos na Copa.

default

Luís Fabiano passa por Bravo para marcar o 2º gol

Uma vitória por 3 a 0 sobre o Chile, nesta segunda-feira (28/06), em Johanesburgo, colocou o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo. A adversária de sexta-feira (02/06) será a Holanda, que venceu a Eslováquia por 2 a 1.

O Brasil entrou em campo com dois desfalques no meio-campo. Felipe Melo machucou o tornozelo esquerdo no jogo contra Portugal e não se recuperou a tempo. Outro que não conseguiu condições de jogo foi Elano.

Estava previsto que o meia atuasse, mas ele voltou a sentir dores no tornozelo direito – ainda decorrentes de uma pancada sofrida contra a Costa do Marfim. Ramires e Daniel Alves entraram como titulares.

Por outro lado, o time contou com a volta de Kaká e Robinho, que não jogaram contra Portugal. O Chile, por sua vez, teve três desfalques: os zagueiros Ponce e Medel e o meio-campo Estrada. No ataque, Suazo entrou como titular.

Jogo emocionante

Quando a partida começou, prometia muita emoção. O Chile manteve suas características ofensivas e buscou atacar desde o começo. E o Brasil mostrou, também desde o início, que poderia ser perigoso a qualquer momento, fosse nos contra-ataques – como quando Luís Fabiano desperdiçou a primeira boa chance – ou em chutes de fora da área – Bravo fez bela defesa para evitar um gol de Gilberto Silva.

Porém, os espaços que o Brasil esperava ter custaram a aparecer. O jeito foi investir em jogadas de bola parada, outro ponto forte da seleção canarinho. Num escanteio, Lúcio dominou e foi derrubado por Contreras quando finalizaria de dentro da área, mas o árbitro não considerou pênalti.

Aos 34min, em outro lance de escanteio, o Brasil chegou ao gol. Daniel Alves cobrou da direita para a segunda trave. Juan subiu bem e cabeceou no ângulo, fora do alcance do goleiro.

WM 2010 Südafrika Achtelfinale - Brasilien gegen Chile Flash-Galerie

O goleiro Claudio Bravo não alcança a cabeçada de Juan no 1º gol

O Chile mal teve tempo para digerir o gol e o Brasil já lhe serviu outro. Robinho começou a jogada pela esquerda e tocou para Kaká no meio. O camisa 10 passou de primeira para Luís Fabiano no meio da área, em condição legal. O centroavante cortou o goleiro e empurrou para as redes, aos 37min. O placar final do primeiro tempo foi 2 a 0.

Segundo tempo tranquilo

No segundo tempo, o Brasil mostrou total domínio do jogo. O Chile não tinha chances de entrar na forte defesa armada por Dunga e ia se abrindo para os contra-ataques. Aos 13min, Ramires arrancou pelo meio e carregou a bola com velocidade até a entrada da área, de onde tocou para Robinho. O atacante bateu de primeira, com categoria, e marcou seu primeiro gol na Copa.

WM 2010 Südafrika Achtelfinale - Brasilien gegen Chile Flash-Galerie

Robinho (à direita, encoberto por um chileno) marcou o 3º gol

Apesar de praticamente definido, o jogo ainda teve lances interessantes. Pelo Chile, Valdivia encobriu o gol com perigo. Suazo teve também duas oportunidades. Na primeira, driblou um defensor e chutou para boa defesa de Júlio César. Na segunda, pegou de primeira uma cobrança de escanteio, a bola quicou no gramado, subiu e pegou no travessão.

Pelo Brasil, Robinho teve ótima chance num contra-ataque, em que recebeu um lançamento, avançou e chutou cruzado, mas Bravo conseguiu a defesa. Robinho ainda chegou a balançar as redes, mas a arbitragem já havia marcado impedimento, corretamente.

BRASIL 3 X 0 CHILE

Brasil

1 Júlio César – 2 Maicon, 3 Lúcio, 4 Juan, 6 Michel Bastos – 8 Gilberto Silva, 18 Ramires, 13 Daniel Alves, 10 Kaká (20 Kléberson) – 11 Robinho (16 Gilberto), 9 Luís Fabiano (21 Nilmar)

Técnico: Dunga

Chile

1 Bravo – 4 Isla (20 Millar), 5 Contreras (21 Tello), 18 Jara, 2 Fuentes – 6 Carmona, 8 Vidal, 15 Beausejour – 7 Sanchez, 11 Gonzalez (10 Valdivia), 9 Suazo

Técnico: Marcelo Bielsa

Local: Ellis Park, em Johanesburgo

Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)

Gols: Juan, aos 34min, Luís Fabiano, aos 37min do primeiro tempo. Robinho, aos 13min do segundo tempo

Cartões amarelos: Kaká, Ramires (B), Vidal, Fuentes, Millar (C)

Autor: Tadeu Meniconi

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais