Brasil tem novo aumento nas mortes diárias por covid-19 | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 05.08.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Coronavírus

Brasil tem novo aumento nas mortes diárias por covid-19

País soma mais de 1,4 mil óbitos em 24 horas e se aproxima da marca de 100 mil vítimas. Total de casos desde o início da epidemia supera 2,8 milhões. Mundo ultrapassa 700 mil mortes.

Brasil soma mais de 97 mil mortes por covid-19

Brasil soma mais de 97 mil mortes por covid-19

As contagens diárias dos dados da epidemia de covid-19 divulgadas pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde voltaram a apresentar diferenças no número de óbitos e de casos nesta quarta-feira (05/08), dia em que o mundo superou a marca de 700 mil mortos pela doença.

Segundo o Conass, o Brasil teve 1.469 mortes nas últimas 24 horas, elevando o total para 97.288. Já os dados do Ministério apontam 1.437 óbitos entre a terça e a quarta-feira, com o país somando 97.256 mortes.

A última contagem diária de casos realizada pelas secretarias estaduais é de 56.951 (total de 2.858.872), enquanto a do governo federal soma 57.152 (total de 2.859,073). As diferenças nos números se explicam pela demora na entrega de dados por parte de algumas cidades ou estados.

Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país, no entanto, alertam que os números reais da doença provocada pelo coronavírus Sars-Cov-2 devem ser maiores em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de casos de covid-19 oficialmente notificados, atrás somente dos Estados Unidos, que superaram a marca de 4,8 milhões de infecções. O país ainda ocupa a segunda posição no mundo em relação ao total de óbitos, também atrás dos EUA, que acumulam mais de 157 mil mortes.

No cálculo por 100 mil habitantes, o Brasil aparece em 11° lugar (45,74), segundo a avaliação da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos. Nações europeias duramente atingidas pela doença, como o Reino Unido (69,63) e a Bélgica (86,25), ainda aparecem bem à frente, mas esses países começaram a registrar seus primeiros casos entre três e quatros semanas antes do Brasil.

Segundo a Universidade Johns Hopkins, 702 mil pessoas já morreram de covid-19 e número de casos identificados chega a 18,6 milhões em todo o planeta.

RC/ots

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Facebook Messenger | Twitter
YouTube | App | Instagram | Newsletter

Leia mais