Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19 | Notícias e análises sobre os fatos mais relevantes do Brasil | DW | 06.07.2020

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Coronavírus

Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19

País registra 620 óbitos em decorrência do novo coronavírus em 24 horas, segundo dados do Ministério da Saúde e do Conass. Mais de 20 mil novos casos são confirmados, elevando total de infectados para 1,62 milhão.

Pessoas andam de máscara no comércio do Rio de Janeiro

Com mais de 10 mil mortos por covid-19, Rio é o segundo estado brasileiro com maior número de vítimas

O Brasil superou a marca de 65 mil mortos por covid-19 nesta segunda-feira (06/07), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Foram 620 óbitos registrados nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas para 65.487.

O país confirmou ainda 20.229 casos de infecção no mesmo período, acumulando agora um total de 1.623.284 infectados. Ao todo, 927.292 pacientes se recuperaram da doença.

Diversas autoridades e instituições de saúde em todo o país alertam que os números reais do novo coronavírus devem ser ainda maiores em razão da falta de testes em larga escala e da subnotificação. Os números de óbitos e casos reportados no fim de semana e na segunda-feira também costumam ser mais baixos, já que equipes responsáveis pela notificação funcionam em escala reduzida.

São Paulo é o estado mais atingido pela epidemia, com 323.070 casos e 16.134 mortes. O número de infectados no território paulista supera os registrados em países europeus como Reino Unido, Espanha e Itália, duramente atingidos pela crise de covid-19.

O Ceará é o segundo estado brasileiro em número de casos, somando 122.477, e o terceiro em número de mortos, com 6.481 vítimas. Já o Rio de Janeiro tem 121.879 infecções e 10.698 óbitos, o que o coloca atrás de São Paulo como o segundo estado com mais mortes.

Segundo o Ministério da Saúde e o Conass, a taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes é de 31,2 no Brasil – cifra bem acima da registrada em países vizinhos como a Argentina (3,39) e o Uruguai (0,81).

Por outro lado, nações europeias fortemente atingidas pela doença, como o Reino Unido (66,64) e a Bélgica (85,54), ainda aparecem bem à frente, mas esses países começaram a registrar seus primeiros casos antes do Brasil, e o número de óbitos diários está atualmente na faixa das dezenas, com o pico tendo sido registrado em abril e maio.

Em números absolutos, o Brasil é o segundo país do mundo com mais infecções e mortes por coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam 2,9 milhões de casos e 130 mil mortos.

EK/ots

___________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter

Leia mais