1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Mulher chora morte do marido em frente ao Hospital João Lúcio, em Manaus
Manaus vive explosão de infecções e superlotação de hospitais e cemitériosFoto: Edmar Barros/AP Photo/picture alliance

Brasil registra mais 469 mortes por covid-19

10 de janeiro de 2021

Óbitos passam de 203 mil no país. Em 24 horas, mais de 29 mil casos são registrados, e total de infectados chega a 8,1 milhões. Em Manaus, novas internações em nove dias de janeiro já superam todo mês de dezembro.

https://www.dw.com/pt-br/brasil-registra-mais-469-mortes-por-covid-19/a-56189225

O Brasil registrou oficialmente 29.792 novos casos confirmados de covid-19 e 469 mortes ligadas à doença neste domingo (10/01), segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass).

Com isso, o total de infecções identificadas no país subiu para 8.105.790, enquanto os óbitos chegam a 203.100. A marca de 200 mil vítimas foi superada na última quinta-feira.

Ao todo, 7.144.011 pacientes se recuperaram da doença, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados no sábado. O Conass não divulga número de recuperados.

Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.

A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes está em 96,6 no Brasil, a 21ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino, Andorra e Liechtenstein.

O Amazonas é um dos estados brasileiros que enfrenta situação particularmente alarmante, com uma explosão nas infecções e o sistema de saúde vivendo um novo colapso.

Somente nos nove primeiros dias de janeiro, Manaus registrou um total de 1.524 novas internações por covid-19, segundo informou o portal G1 neste domingo. O número já é maior do que o total de hospitalizações de todo o mês de dezembro de 2020, quando 1.371 pessoas infectadas foram internadas na capital amazonense.

Em números absolutos, o Brasil é o terceiro país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam mais de 22,2 milhões de casos, e da Índia, com 10,4 milhões. Mas é o segundo em número de mortos, já que mais de 373 mil pessoas morreram nos EUA.

Neste domingo, o mundo superou a marca de 90 milhões de casos de coronavírus desde o início da pandemia, enquanto o total global de mortos está em torno de 1,93 milhão.

EK/ots