Bordeaux ganha museu digital gigante em bunker submarino | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 10.07.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Bordeaux ganha museu digital gigante em bunker submarino

[Vídeo] A nova atração turística da cidade é o museu digital Bassins de Lumières, instalado em uma antiga base submarina nazista. Construído durante a ocupação nazista na França durante a Segunda Guerra Mundial, o colosso de concreto era uma lembrança histórica dolorosa para os moradores da cidade.

Assistir ao vídeo 03:30

A cidade francesa de Bordeaux tem uma nova atração turística. É o museu digital Bassins de Lumières, instalado em uma antiga base submarina nazista. Com 12.000 m² de superfície de projeção, o show de luzes misturado ao reflexo da água proporciona uma experiência de imersão completamente diferente. Para muito moradores de Bordeaux, o colosso de concreto era uma lembrança histórica dolorosa. Construído durante a ocupação nazista na França durante a Segunda Guerra Mundial, o local abrigava 15 grandes submarinos.

O historiador Mathieu Marsan pesquisa sobre o bunker submarino há mais de dez anos. "Ele foi esquecido depois da Segunda Guerra Mundial. Era como um presente envenenado para o porto e para a cidade, quase não tinha função. Só na virada do século é que houve um tipo de reconciliação entre os moradores da cidade e esse prédio. Hoje ele é um patrimônio para a cidade de Bordeaux."

A exposição atual, que inclui obras de Gustav Klimt e Paul Klee, fica em cartaz até janeiro de 2021.