Bolt fica em terceiro na despedida de provas individuais | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 05.08.2017
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Esporte

Bolt fica em terceiro na despedida de provas individuais

Jamaicano chega atrás dos americanos Justin Gatlin e Christian Coleman na prova de 100m do Mundial de Atletismo de Londres. Ele vai encerrar a carreira no 4x100m.

Gatlin (e) festeja sua vitória, seguido de Coleman (também de azul) e Bolt

Gatlin (e) festeja sua vitória, seguido de Coleman (também de azul) e Bolt

Na última prova individual da sua carreira, o jamaicano Usain Bolt ficou com a terceira posição na prova de 100m rasos do Mundial de Atletismo de Londres, enquanto o americano Justin Gatlin surpreendeu e ficou com o título. O segundo lugar também ficou com os Estados Unidos, com Christian Coleman.

Tanto Bolt quanto Gatlin não fizeram uma boa largada, enquanto Coleman saiu bem e assumiu a liderança na fase de transição. O dono de oito medalhas olímpicas, na raia 4, se aproximou do jovem americano, na 5, e até se lançou para tentar superá-lo, mas não conseguiu. Por fora, na raia 7, o campeão dos Jogos de Atenas, em 2004, "atropelou" e ficou com o título.

Gatlin conquistou o ouro com 9,92 segundos, Coleman ficou com a prata com 9,94 segundos e Bolt levou o bronze com 9,95.

Cinco anos mais velho que Bolt, Gatlin enfim obteve uma vitória sobre seu grande rival e se sagrou bicampeão mundial. A primeira conquista acontecera em 2005, em Helsinki, ainda antes da era Bolt. Ele tem também duas pratas, obtidas em 2013 e 2015.

Bolt, por sua vez, deu adeus às provas individuais com três ouros e um bronze nos 100m. Ele não participará dos 200m e fechará a carreira nos 4x100m.

AS/efe/ap

Leia mais