1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Sede do Tribunal Supremo Eleitoral da Bolívia
Pleito de maio foi adiado devido à pandemiaFoto: Reuters/D. Mercado

Bolívia anuncia novas eleições para setembro

2 de junho de 2020

Após adiamento devido à covid-19, Tribunal Supremo Eleitoral boliviano marca data de pleito que elegerá novo presidente. Votação de 2019 foi anulada por suspeita de fraude e levou à renúncia de Evo Morales.

https://www.dw.com/pt-br/bol%C3%ADvia-anuncia-novas-elei%C3%A7%C3%B5es-para-setembro/a-53661587

O Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) da Bolívia anunciou nesta terça-feira (02/06) que a eleição presidencial no país deve ocorrer em 6 de setembro. Inicialmente previsto para 3 de maio, o pleito foi suspenso devido à pandemia de covid-19. A votação acontecerá quase um ano depois da polêmica eleição que culminou com a renúncia do ex-presidente Evo Morales.

De acordo com o TSE, um projeto de lei com a nova data será enviado ao parlamento para aprovação. Os parlamentares devem aprovar a proposta, que foi endossada por todos os oito candidatos a presidente. O adiamento do pleito por tempo indeterminado foi anunciado em março.

Os bolivianos voltam às urnas após a anulação do pleito realizado em 10 de outubro do ano passado, depois que uma auditoria da Organização dos Estados Americanos (OEA) denunciou irregularidades em favor do então presidente Evo Morales, eleito para seu quarto mandato.

Após semanas de protestos, Evo, que governou a Bolívia por quase 14 anos, desde 2006, anunciou sua renúncia em novembro, pressionado pelas Forças Armadas, para no dia seguinte seguir em asilo para o México. A renúncia foi descrita como "golpe de Estado" por vários governos e políticos latino-americanos. Em meados de dezembro, Morales seguiu do México para a Argentina, onde recebeu a condição de refugiado.

A então senadora Jeanine Áñez assumiu a presidência interina do país e marcou novas eleições para maio. Ela também disputará o cargo. 

CN/efe/lusa/afp

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
App | Instagram | Newsletter