Berlim tem novo protesto contra Bolsonaro | DW Brasil | Notícias e análises do Brasil e do mundo | DW | 24.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

NOTÍCIAS

Berlim tem novo protesto contra Bolsonaro

[Vídeo] O emblemático Portão de Brandemburgo foi palco de mais um protesto contra Jair Bolsonaro. Os manifestantes pedem o impeachment do presidente e criticam a gestão da pandemia e os militares.

Assistir ao vídeo 02:25

O Portão de Brandemburgo foi palco de mais um protesto neste sábado (24/07) contra Jair Bolsonaro. Os manifestantes pediram o impeachment de Bolsonaro e chamaram o presidente de genocida.

Cartazes criticaram a gestão da pandemia pelo governo federal e os militares, e faixas pediram o fim da violência contra os povos indígenas e a comunidade LGBTQ. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, também foi alvo do protesto.

Os participantes cantaram e entoaram gritos de "Fora, Bolsonaro" e "Bolsonaro genocida" e afirmaram estar muito tristes com a situação no Brasil. 

"Eu moro em Düsseldorf, viajei 450 km [para Berlim]. Vim protestar porque o Brasil com Bolsonaro não dá mais. As pessoas não aguentam mais: são tantas mortes, tanto descaso. Ele não pode ganhar [as eleições] em 2022. Nós temos que tirar esse genocida do poder", afirmou Maria Hardtke.

"É muito importante protestar sempre e, nesse momento, mais do que nunca. Nós não podemos, porque saímos do Brasil, esquecer de que fazemos parte dessa sociedade mesmo não morando lá [no Brasil]", frisou Suely Torres.