Ator Maximilian Schell morre aos 83 anos | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 01.02.2014
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Cultura

Ator Maximilian Schell morre aos 83 anos

Primeiro artista de língua alemã a ganhar Oscar depois da Segunda Guerra, ator foi vitimado por "doença súbita e grave", de acordo com sua agente. Schell havia sido internado neste mês com pneumonia.

O ator austríaco Maximilian Schell morreu na madrugada deste sábado (01/02), "vítima de uma doença súbida e grave" em um hospital em Innsbruck, na Áustria, em companhia de sua mulher, Iva, anunciou a agente do artista, Patricia Baumbauer.

Ganhador do Oscar de melhor ator em 1962 por seu papel em O Julgamento de Nuremberg, Schell tinha 83 anos. Foi o primeiro artista de língua alemã a ganhar o prêmio depois da Segunda Guerra Mundial.

Ele fora hospitalizado em 18 de janeiro em Kitzbühel, no oeste da Áustria, e diagnosticado com pneumonia, depois de passar mal durante filmagens para a rede de televisão alemã ZDF.

Entretanto, teve alta dez dias depois. "Ele está muito bem", afirmara sua agente nesta semana, quando o ator deixou a clínica, segundo a agência de notícias DPA.

MD/afp/dpa