1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Menina chora no colo de adulto
Moradores de Uvalde lamentam o ataque na escola primária da cidadeFoto: Marco Bello/REUTERS
CriminalidadeEstados Unidos

Atirador mata ao menos 21 em escola no Texas

25 de maio de 2022

Homem de 18 anos abriu fogo em uma escola primária na cidade de Uvalde. Vítimas incluem 19 alunos e dois adultos. Atirador morreu, provavelmente baleado por policiais.

https://www.dw.com/pt-br/atirador-mata-ao-menos-21-em-escola-no-texas/a-61921689

Ao menos 21 pessoas foram assassinadas nesta terça-feira (24/05) durante um ataque armado em uma escola primária de Uvalde, cidade com 15 mil habitantes no sul do estado americano do Texas. 

O agressor "atirou e matou, de forma horrível e incompreensível", disse o governador do Texas, Greg Abbott, em uma entrevista coletiva. Foram ao menos 19 crianças mortas e dois adultos, entre eles ao menos um professor.

Segundo autoridades, o suspeito, identificado como Salvador Ramos, de 18 anos, foi morto em seguida por oficiais que reagiram ao ataque. Ele era morador de Uvalde e estava armado com um revólver e um fuzil semiautomático, disseram investigadores. 

Autoridades afirmaram ainda que, antes de partir em direção à escola, o suspeito atirou em sua avó – que foi transportada com vida a um hospital.

Pessoas aglomeradas e maca em primeiro plano
O atentado ocorreu na Robb Elementary School, que ensina crianças de 7 a 10 anos de idadeFoto: Dario Lopez-Mills/AP/picture alliance

O atentado foi iniciado às 11h32 locais (9h32 em Brasília), segundo a polícia, na Robb Elementary School, que ensina crianças de 7 a 10 anos de idade. Ainda não há confirmação sobre o número de feridos. 

O presidente americano, Joe Biden, que estava retornando de uma viagem à Ásia, foi informado sobre o ataque e "continuará a ser informado regularmente à medida que informações fiquem disponíveis", disse a Casa Branca, que deixou a bandeira do país à meia-haste em luto pelas vítimas.

"Suas orações estão com as famílias impactadas por este terrível evento, e ele falará esta noite quando voltar à Casa Branca", disse Karine Jean-Pierre, a assessora de imprensa da Casa Branca. 

Bandeira dos EUA à meia-haste em luto pelas vítimas do ataque em escola no Texas
Bandeira dos EUA à meia-haste em luto pelas vítimas do ataque em escola no TexasFoto: Anna Moneymaker/Getty Images

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, afirmou após o atentado em Uvalde que "já basta". "Precisamos ter a coragem de agir", disse.

O atentado é o pior em escolas americanas desde dezembro de 2012, quando um homem de 20 anos matou 26 pessoas, incluindo 20 estudantes, em uma escola primária em Connecticut.

Surto de violência armada 

O ataque de terça-feira ocorreu menos de duas semanas depois que um atirador branco matou dez negros em um supermercado na segunda maior cidade do estado de Nova York, Buffalo. 

Biden definiu o ataque em Buffalo como um ataque terrorista. 

Os Estados Unidos têm sofrido repetidos ataques em massa e violência armada. De acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), foram registrados 19.350 homicídios com armas de fogo em 2020, um aumento de quase 35% em comparação com o ano anterior. 

Ainda assim, regras mais duras para controlar o acesso a armas fogo não conseguiram ser aprovadas no Congresso americano.

bl (AFP, AP, dpa, Reuters)