Aspirantes ao título dependem dos centroavantes da seleção | Siga a cobertura dos principais eventos esportivos mundiais | DW | 27.02.2007

Conheça a nova DW

Dê uma olhada exclusiva na versão beta da nova DW. Sua opinião nos ajudará a torná-la ainda melhor.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Esporte

Aspirantes ao título dependem dos centroavantes da seleção

Na temporada 2006/2007 da Bundesliga, os três principais aspirantes ao título – Schalke, Bremen e Stuttgart – dependem da forma dos três centroavantes da seleção alemã: Kevin Kuranyi, Miroslav Klose e Mario Gomez.

Mario Gomez, do Stuttgart: revelação da temporada

Mario Gomez, do Stuttgart: revelação da temporada

No último fim de semana, nenhum dos três principais artilheiros do campeonato alemão de 2006/2007 marcou gols. O Stuttgart empatou em 0 a 0 com o Hertha Berlim, o Werden Bremen cedeu um 2 a 2 ao lanterna Borussia Mönchengladbach e o Schalke perdeu em casa por 1 a 0 para o Bayer Leverkusen.

Esses resultados mostraram mais uma vez que a sorte dos aspirantes ao título está amarrada às chuteiras dos centroavantes da seleção alemã. Por isso, nesta temporada, é bem provável que o artilheiro venha de fato da equipe campeã, o que só aconteceu em 14 das 43 edições da Bundesliga até hoje.

Klose im Spiel Werder Bremen gegen Mainz

Miroslav Klose: apenas um gol até agora em 2007

No Bremen, onde Ivan Klasnic espera transplante de rins e Zidan foi vendido ao Mainz, toda a responsabilidade por marcar gols pesa sobre os ombros de Klose. Artilheiro da Copa 2006, ele marcou 10 gols no primeiro turno, mas apenas um em 2007.

A abstinência de Klose neste ano foi acompanha por três derrotas e um empate do Bremen, o que reduziu as chances de o "campeão de outono" também conquistar o título da temporada.

"Klose não tem autoconfiança, não está em forma e lhe falta segurança", diz o gerente do Bremen, Klaus Alofs. Em dúvida sobre seu futuro, o jogador apresenta visíveis sinais de estresse. Mesmo assim, desfruta do respeito da equipe por ser um batalhador e armar jogadas que levam perigo ao gol adversário.

Bundesliga Schalke 04 - Mainz 05 - Kuranyi

Kuranyi deu a volta por cima

O caso de Kuranyi é diferente. Cortado do elenco alemão que disputou o Mundial de 2006 em casa, ele passou por uma fase difícil – era constantemente vaiado pela torcida do Schalke. Ainda no primeiro turno desta temporada, mostrou um desempenho inconstante: errou muitos passes e marcou apenas dois gols.

Mas daí veio a virada. Devido a contusões dos colegas de ataque (Larsen, Asamoah, Lowenkrands), virou titular e já acumula 11 gols, o que contribuiu para a invencibilidade do Schalke em 13 partidas, antes da derrota do último fim de semana para o Leverkusen.

E Kuranyi voltou a marcar para a seleção alemã, em 7 de fevereiro contra a Suíça, quando teve como parceiro de ataque Mário Gomez, que estreou com um gol no escrete nacional.

Marcador de gols do Stuttgart

Gomez é a revelação da atual temporada e a garantia de gols do Stuttgart, que encanta por um futebol ofensivo e ocupa a vice-liderança do campeonato. Na sua ausência, a equipe conseguiu marcar apenas três vezes. "Mario tem uma grande participação no nosso sucesso, mas ele depende da forma como é servido pelos colegas Cacau ou Streller", diz o gerente do Stuttgart, Horst Heldt.

A história da Bundesliga mostra que é perigoso depender apenas de um centroavante. Em 1994, o Eintracht Frankfurt tinha tudo para se tornar campeão, graças aos gols de Anthony Yeboah.

No entanto, uma contusão no joelho do centroavante ganense acabou com o sonho do título. O "campeão de outono" terminou a temporada em quinto lugar. Exatamente esta seria a posição do Stuttgart sem os 13 gols de Mario Gomez.

Leia mais