Após desastre, companhias aéreas europeias evitam rota pelo Sinai | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 31.10.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Após desastre, companhias aéreas europeias evitam rota pelo Sinai

Até segunda ordem, Lufthansa e Air France evitarão sobrevoar a região onde caiu o Airbus A321 da MetroJet. Ministério russo rechaça versão de um atentado terrorista, apesar de reivindicação explícita de grupo egípcio.

Após a catástrofe deste sábado (31/10) com a aeronave de passageiros russa na Península do Sinai, as companhias aéreas Lufthansa e Air France anunciaram que não sobrevoarão a região até segunda ordem.

Uma porta-voz da empresa alemã alegou "motivos de segurança" ao jornal Welt am Sonntag. As rotas da Lufthansa que passam pela península no Egito passarão a ser desviadas "para a direita ou para a esquerda, dependendo do aeroporto de destino".

Airbus-Absturz über Ägypten Absturzstelle

Equipe internacional examina os restos do avião sinistrado na Península do Sinai

A medida de cautela será mantida enquanto não houver dados concretos sobre a causa da queda do Airbus A321 daempresa russa Kogalymavia (que também opera sob os nomes Kolavia e MetroJet). O aparelho voava da cidade balneária egípcia Sharm el-Sheikh para São Petersburgo, e despencou quase verticalmente de cerca de 10 mil metros de altura, apenas 23 minutos após a decolagem. A morte dos 224 ocupantes é tida como certa.

Embora o Wilayat Sina, braço egípcio do grupo jihadista "Estado Islâmico" (EI) tenha reivindicado nas redes sociais um suposto atentado, as autoridades russas descartam essa versão. Segundo o Ministério dos Transportes em Moscou, não há indícios nem de que o avião tenha sido alvejado a partir do solo, nem de uma bomba a bordo.

Uma equipe internacional de especialistas está examinando o local da queda, numa área montanhosa da Província de Sinai. A caixa-preta e o registro sonora das comunicações já foram resgatados.

AV/af/dpa

Leia mais