Após atentado, Reker vence eleição em Colônia | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 18.10.2015
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Após atentado, Reker vence eleição em Colônia

Candidata que foi esfaqueada durante campanha é eleita prefeita de cidade alemã, com 52,66% dos votos. Estado de saúde de Henriette Reker é estável. Hospital diz que ela não deve ter sequelas.

Um dia após o atentado, Henriette Reker, de 58 anos, foi eleita neste domingo (18/10) prefeita de Colônia, no oeste da Alemanha. A candidata independente, que conta com o apoio da União Democrata Cristã (CDU), dos Verdes e do Partido Liberal (FDP), obteve 52,66% dos votos. Cerca de 800 mil cidadãos foram às urnas.

Reker foi esfaqueada no sábado durante a campanha para as eleições municipais. O ataque ocorreu no início da manhã, quando ela visitava um estande da CDU, instalado em uma praça no bairro de Braunsfeld. Ela sofreu cortes na região do pescoço e passou por uma cirurgia de emergência. De acordo com o hospital, Reker deve se recuperar completamente.

O autor do ataque, que teve motivação xenófoba, foi preso no local. Reker é a funcionária da prefeitura responsável pelo alojamento de refugiados na cidade. Durante a campanha, ela se manifestou a favor da integração de requerentes de asilo.

Segundo a revista alemã Der Spiegel, o autor do atentado fazia parte da cena neonazista há mais de 20 anos e, durante o interrogatório, teria culpado Reker por supostos erros na política de imigração.

A polícia, porém, não confirmou essa informação e divulgou apenas que o homem, de 44 anos, é alemão e estava desempregado. Os investigadores também acreditam que ele agiu sozinho.

CN/dpa/rtr/afp

Leia mais