1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Sociedade

América Latina e a luta pelos direitos das mulheres

10 de março de 2020

O combate ao feminicídio e ao machismo e a luta a favor da igualdade de gênero e da legalização do aborto mobilizaram milhares de mulheres de Brasil, México, Chile, Argentina, Uruguai e Bolívia no Dia Internacional da Mulher e nesta segunda-feira. Em São Paulo e no Rio, Bolsonaro foi alvo. Na Cidade do México, ruas tiveram um dia sem mulheres.

https://www.dw.com/pt-br/am%C3%A9rica-latina-e-a-luta-pelos-direitos-das-mulheres/video-52712716

Brasil:

No Dia Internacional da Mulher, mais de cem entidades de mulheres se reuniram no centro do Rio. Na Avenida Paulista, em São Paulo, milhares de mulheres enfrentaram forte chuva durante o protesto. Críticas a Bolsonaro marcaram os protestos.

México:

“Um dia sem nós”: mexicanas faltaram ao trabalho e deixaram de ir às compras na segunda-feira.

Chile:

Segundo as organizadoras, 2 milhões de pessoas protestaram no domingo. Houve confronto entre a polícia e participantes do ato. 

Argentina:

A legalização do aborto foi o tema principal do protesto em comemoração ao Dia Internacional da Mulher na Argentina.

Uruguai:

Apesar de o Uruguai ser considerado um dos países mais progressistas da América Latina, uruguaias protestam contra número alarmante de feminicídios no país. 

Bolívia

Manifestantes viajaram 12 quilômetros entre as cidades de El Alto e La Paz. Participantes do ato carregaram bandeiras roxas, símbolo da luta das mulheres pela igualdade