1. Pular para o conteúdo
  2. Pular para o menu principal
  3. Ver mais sites da DW
Comissão alemã recomenda vacinas de mRNA para serem aplicadas como doses de reforço
Comissão alemã recomenda recomenda dose de reforço em meio à estagnação da vacinação do paísFoto: Sebastian Gollnow/dpa/picture alliance

Alemanha recomenda dose de reforço para todos os adultos

18 de novembro de 2021

Medida vem em meio a avanço da quarta onda da pandemia de covid-19 e sucessivos recordes de infecções diárias no país. Aplicações devem ser de vacinas de mRNA, como a da Pfizer, seis meses após a segunda dose.

https://www.dw.com/pt-br/alemanha-recomenda-dose-de-refor%C3%A7o-para-todos-acima-de-18-anos/a-59866279

A Comissão Permanente de Vacinação da Alemanha (Stiko) recomendou nesta quinta-feira (18/11) a aplicação de doses de reforço das vacinas contra a covid-19 para toda a população acima de 18 anos, em meio ao avanço da quarta onda da pandemia e sucessivos recordes das infecções diárias no país.

A Stiko enviou um parecer preliminar aos 16 estados alemães e associações médicas da Alemanha pedindo a aprovação da medida. O texto poderá ser modificado após recomendações das autoridades estaduais, que são as responsáveis pela aplicação de políticas sanitárias.

O órgão recomenda vacinas de mRNA (Pfizer-BioNTech ou Moderna) para serem aplicadas como doses de reforço. A aplicação deve ocorrer seis meses após a segunda dose. A redução do intervalo para cinco meses também é possível em casos individuais ou se houver estoque suficiente, recomendou a Stiko.

Recordes de infecções 

O Instituto Robert Koch (RKI), a agência de controle e prevenção de doenças da Alemanha, alertou para uma emergência grave no país, com o registro de novos recordes nas contagens diárias de casos de covid-19.

Nesta quinta-feira, foram registrados 65.371 novas infecções. Esta é a primeira vez que o país supera 60 mil casos em 24 horas. Na véspera, o país havia registrado o recorde de 52.826 infecções diárias.

A taxa de incidência de infecções em 100 mil habitantes em um período de sete dias subiu para 336,9, outro recorde, frente a 249,1 uma semana antes. Há apenas um mês, esse índice estava em 74,4.

Vacinação estagnada e apelo de Merkel

Apenas 67,8% da população da Alemanha está totalmente vacinada contra a covid-19. Esse número está praticamente estagnado já há algumas semanas, e especialistas dizem que, para controlar a pandemia de forma eficaz, é necessário um percentual de imunização superior a 75%.

Nesta quarta, a chanceler federal alemã, Angela Merkel, afirmou que a situação da pandemia no país e dramática, e apelou aos céticos da vacinação para que mudem de ideia.

"Não é tarde demais para optar por uma primeira vacina", disse Merkel a um congresso de prefeitos alemães. "Todos que são vacinados se protegem e protegem os outros. E, se um número suficiente de pessoas for vacinado, essa é a saída para a pandemia", disse ela. "O número de novas infecções diárias é maior do que nunca... e o número diário de mortes também é assustador", acrescentou.

Terceira dose no Brasil

No Brasil, o Ministério da Saúde anunciou nesta terça-feira que o governo vai oferecer a dose de reforço a todos os adultos maiores de 18 anos no país. 

Segundo o Ministério brasileiro, o intervalo entre a segunda e a terceira doses será reduzido de seis para cinco meses, e há vacinas suficientes para atender à demanda.

rc/lf (DPA, Reuters)