A rainha da performance em retrospectiva | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 26.04.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

A rainha da performance em retrospectiva

Ao longo das décadas, Marina Abramovic se consagrou por desafiar os limites do próprio corpo transformando até a dor física em arte. Hoje, aos 71 anos, a artista segue atual e ativa. Está em cartaz na Galeria Nacional de Arte de Bonn, na Alemanha, a exposição "Marina Abramovic - The Cleaner".

Assistir ao vídeo 02:19

A artista sérvia Marina Abramovic, um dos grandes nomes da arte performática mundial.  Aos 71 anos, Marina Abramovic é polêmica. Ela coloca o próprio corpo em condições extremas - se expondo muitas vezes ao perigo. O título da exposição: "The Cleaner" - "A faxineira" é uma alusão à forma como ela foi educada - sua mãe era obsessiva com limpeza. A arte foi um meio de libertação para Marina Abramovic: “Eu era muito introvertida no passado, algo que desapareceu depois que eu comecei a fazer performance. Foi como uma transformação, eu não era mais a pequena Marina traumatizada, era uma Marina completamente diferente, destemida, que podia fazer qualquer coisa. Era essa a Marina que eu queria ser", afirma a artista.