A funcionária do Fisco Birgit Winterscheidt, de Mülheim an der Ruhr | Entenda a Alemanha, sua diversidade, estrutura e história | DW | 11.06.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Entenda a Alemanha

A funcionária do Fisco Birgit Winterscheidt, de Mülheim an der Ruhr

Quem gosta de prestar contas à Secretaria da Fazenda? Ou de lidar com impostos? Birgit Winterscheidt faz isso diariamente há mais de 30 anos. Ela é funcionária pública do Fisco alemão na cidade de Mülheim an der Ruhr.

default

A temperatura está amena no dia de novembro em que visitamos Birgit Winterscheidt. Sentada num banco no jardim de sua casa, ela sorri e dá um beijo em Walter Pusch, com quem vive há dois anos. O sol ilumina os rostos de Birgit (51) e Walter (58). O casal, na verdade, se conhece há 32 anos.

O primeiro contato se deu no trabalho. "Antes éramos apenas amigos", explica Birgit. "Tanto ele quanto eu éramos casados. Mas a esposa de Walter morreu há dois anos e, naquela época, eu já estava separada do meu marido."

De colegas a amigos, de amigos a casal

Gesichter Deutschlands BiWiP

Birgit e Walter se conhecem há 32 anos, mas estão juntos há dois

Birgit e Walter trabalham ambos na Secretaria da Fazenda da cidade de Mülheim an der Ruhr, de 160 mil habitantes e situada numa região industrial da Alemanha. Dentro do edifício, seus escritórios são vizinhos. De manhã, o casal vai junto ao refeitório para tomar café da manhã.

Três ou quatro vezes por dia, vão juntos fumar um cigarro na área de fumantes, do lado de fora do edifício. Na hora do almoço, eles passeiam às margens do rio Ruhr. "Também gostamos de passear de bicicleta e fazer caminhadas e trilhas", conta Birgit sorrindo.

A função da funcionária pública é verificar e analisar as declarações de imposto de renda dos cidadãos de Mülheim an der Ruhr, além de examinar casos de falência. "Não trabalho diretamente com a população. Lido com arquivos e documentos."

Um vida dedicada à Secretaria da Fazenda

Birgit nunca teve outro emprego. Aos 15 anos, fez um curso profissionalizante e estagiou na Secretaria da Fazenda. Aos poucos, foi sendo promovida. Mesmo que esta profissão nunca tenha sido seu sonho de infância, ela está satisfeita com o trabalho.

Birgit tem um dom para as artes. Ela pinta, borda e adora decoração de interiores. A casa onde mora em Oberhausen foi decorada conforme seus ideais. Toda sua atenção é voltada às aparências. "Não entendo nada de técnica, por isso, quando comprei meu carro, optei pelo mais bonito", conta.

Mas a vida da funcionária pública nem sempre foi simples. Há 16 anos, ela passou pela fase mais difícil de sua vida. O marido a deixou e Birgit criou sozinha os filhos de então 3 e 5 anos. Optou por trabalhar meio período e matriculou as crianças na creche. Parar de trabalhar para cuidar dos filhos nunca lhe passou pela cabeça.

Gesichter Deutschlands BiWiP

Birgit criou sozinha os dois filhos depois do divórcio

"Nunca fui tão bajulada"

Hoje seus dois filhos são adultos. Nicholas (21) estuda Ciências Econômicas e é mais tímido. Já Christoph (19) é uma pessoa mais comunicativa, gosta de conversar com a mãe e com Walter, discute até Fórmula 1.

Ainda sob os raios do sol, Birgit troca olhares amorosos com o parceiro. Nunca em sua vida ela foi tão bajulada. Sorrindo, ela conta que eles nunca brigaram. A explicação é simples: para cada idade, há uma maneira diferente de um casal se tratar mutuamente.

Autor: Tian Miao (br)
Revisão: Rodrigo Rimon

Links externos

Áudios e vídeos relacionados

Publicidade