A arte de inutilizar objetos do cotidiano | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 21.08.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

A arte de inutilizar objetos do cotidiano

No projeto "The Uncomfortable" (em português, o desconfortável), a arquiteta e designer Katerina Kamprani reinventa objetos do cotidiano tornando-os inúteis e, ao mesmo tempo, incríveis.

Assistir ao vídeo 03:48

Katerina Kamprani trabalha como arquiteta em Atenas e, nas horas vagas, se dedica ao projeto The Uncomfortable - "O desconfortável" - uma coleção de design que já conta com mais de 30 objetos. "Este projeto veio em um momento em que as coisas estavam muito difíceis para mim – muito desconfortáveis. Eu queria ser designer, mas isso não era uma coisa fácil com a situação econômica da Grécia. Então, decidi me tornar uma designer ‘desconfortável’. O projeto expressava a minha situação na época", explica Katerina. Além de apresentar seus projetos por toda a Europa, Katerina dá oficinas sobre como projetar objetos sem funcionalidade: "O mais importante é escolher o objeto adequado. Ele deve ser fácil de manusear e do tipo bem óbvio, algo realmente cotidiano. Aí penso em como eu normalmente utilizo esse objeto e como posso sabotar o aspecto funcional dele. Penso em diversas alternativas e a que mais me fizer rir é a escolhida", conta.