1958: Primeira Aldeia Infantil SOS na Alemanha | Os acontecimentos que marcaram o dia de hoje na História | DW | 07.06.2016
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Calendário Histórico

1958: Primeira Aldeia Infantil SOS na Alemanha

No dia 7 de junho de 1958, foi inaugurada a primeira Aldeia Infantil SOS na Alemanha. Uma criação do austríaco Hermann Gmeiner para oferecer um lar a crianças órfãs.

O primeiro centro SOS para crianças sem pais na Alemanha foi aberto na cidade de Diessen, na Baviera. A festa teve a presença também do responsável pela iniciativa, o professor austríaco Hermann Gmeiner.

Segundo ele, os centros SOS de apoio à criança têm um propósito tão simples, que tiveram boa receptividade em todo o mundo. "Nossas aldeias estão bem integradas em todas as culturas, em qualquer uma das quatro grandes religiões do mundo", destacou Gmeiner na ocasião.

Quando criança, ele sonhava tornar-se médico. Confrontado com a miséria das crianças após a Segunda Guerra Mundial, entretanto, resolveu dedicar-se a outro tipo de trabalho comunitário. No Tirol, em 1949, fundou a primeira Aldeia SOS.

A intenção era oferecer a crianças sem pais ou sem pátria o aconchego de um lar, com uma mãe disposta a acompanhar, educar e ajudar várias crianças ao mesmo tempo. Outro importante princípio das aldeias continua sendo a não-separação de irmãos de sangue.

Não só para órfãos

Na atualidade, os centros SOS na Alemanha abrigam em grande parte crianças de famílias marginalizadas, com problemas sociais. A ex-professora Lydia Sieger já acompanhou o crescimento de uma geração inteira e conta que, ao começar seu trabalho nas aldeias, teve que abrir mão de muitos ideais. "No trabalho prático, eu era confrontada com a terrível situação social e psicológica das crianças", explica.

Hoje, o Fundo Hermann Gmeiner tem aldeias infantis em mais de 100 países e mantém, paralelamente, creches, escolas, centros de aconselhamento e clínicas para mães e filhos. No Brasil, as Aldeias Infantis SOS existem desde 1967.