1844: Enviado o primeiro telegrama | Fatos que marcaram o dia | DW | 24.05.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages
Publicidade

Calendário Histórico

1844: Enviado o primeiro telegrama

O pintor e inventor Samuel Morse transmitia o primeiro telegrama a 24 de maio de 1844, usando uma linguagem de caracteres mais tarde batizada de Código Morse.

Ao enviar a primeira mensagem à distância, em 1844, Samuel Morse não imaginava que acabaria ficando mundialmente famoso como criador da telegrafia. A primeira mensagem transmitida dizia: "O que Deus possibilitou!" Quatro anos mais tarde, todos os estados americanos já dispunham de linhas para comunicação com o Código Morse.

Hoje, em plena época de mensagens digitais, é difícil entender a importância da emissão da primeiro comunicado à distância, que acabou sendo fundamental para a evolução do radioamadorismo.

Foto antiga em preto e branco de Samuel Morse, velhinho de barbas e cabelos brancos

Samuel Morse

Morse em si tinha pouca relação com a técnica. Filho de um religioso, sustentava-se através da pintura de quadros. Somente em outubro de 1832 foi tomado pela "febre da telegrafia". Aos 42 anos, havia conhecido o cientista Charles Jackson, de Boston, que lhe relatou as experiências de Ampére com o eletromagnetismo.

Ele ficou fascinado com a ideia de que, se a corrente elétrica flui através de uma bobina magnética, também é possível enviar mensagens desta maneira. Usando restos de arame, pedaços de metal e seu relógio de parede, em 1832, o inventor construiu um aparelho para a transmissão de sinais batizados de Código Morse. 

Após cinco anos de pesquisas e graças ao apoio de Alfred Vail, dono de uma fundição, Samuel Morse conseguiu terminar seus experimentos e patenteou o invento em 1840. Os 60 quilômetros entre Washington e Baltimore, que serviram de teste para a primeira transmissão, foram construídos graças ao financiamento aprovado pelo Congresso e levaram três anos para serem concluídos. Na sua primeira transmissão, foram telegrafadas 125 letras por minuto.

O sucesso da transmissão de mensagens à longa distância em pouco tempo transformou as paisagens dos Estados Unidos, com os característicos postes e fios de transmissão. O fascinante da telegrafia é que seu código de caracteres – traço e ponto – possibilita a comunicação em todo o mundo, mesmo sem o conhecimento de outros idiomas.

Samuel Morse enriqueceu com sua companhia telegráfica. Como o sistema de números em seu código fosse bastante complicado, o assistente de Morse, Alfred Vail, elaborou um sistema com letras em vez de números. Elas eram transmitidas através de impulsos breves e longos. Mais tarde, o inspetor telegráfico alemão Friedrich Clemens Gerke aperfeiçoaria ainda mais o código Morse. 

A telegrafia chegou à Europa somente 20 anos depois da transmissão da mensagem por Morse nos Estados Unidos. Mas atingiu seu apogeu apenas em 1901, com as transmissões sem fio através do Oceano Atlântico.

O rápido avanço da tecnologia de comunicação foi substituindo, pouco a pouco, a telegrafia sem fio. Até mesmo o sinal internacional de pedido de socorro SOS – três sinais curtos, três longos e três curtos – deu lugar a modernos sistemas digitais de transmissão de dados.

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube 
WhatsApp | App | Instagram | Newsletter