Sudão anuncia libertação de ″todos os presos políticos″ | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 11.04.2018

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

Sudão anuncia libertação de "todos os presos políticos"

O chefe de Estado do Sudão, Omar al-Bashir, anunciou na terça-feira a libertação de todos os presos políticos para promover o diálogo no país.

Chefe de Estado do Sudão, Omar al-Bashir

Chefe de Estado do Sudão, Omar al-Bashir

O Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, ordenou a libertação de todos os presos políticos, com efeitos imediatos, como parte dos esforços para promover o diálogo nacional, noticiou na terça-feira (10.04) a agência estatal, citada pela Lusa.

A notícia da agência SUNA não especificava quantas pessoas serão libertadas, mas referia que a decisão tinha o espírito de "reconciliação, harmonia nacional e paz", permitindo abrir "a porta à participação de todas as forças políticas" para discutir os problemas do país. 

O Sudão atravessa uma crise económica e uma hiperinflação, que tem causado descontentamento, apesar de os protestos públicos serem proibidos e frequentemente reprimidos pelas forças de segurança.

Em fevereiro, al-Bashir procedeu a alterações nos comandos das Forças Armadas.

Leia mais