Filho de Obiang vai recorrer de condenação em França | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 11.02.2020
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Guiné Equatorial

Filho de Obiang vai recorrer de condenação em França

'Teodorín' Obiang, filho do Presidente da Guiné Equatorial, vai recorrer da condenação pronunciada segunda-feira pelo Tribunal de Recurso de Paris no caso dos "ganhos ilícitos".

Teodoro Nguema Obiang Mangue, 50 anos, conhecido como 'Teodorín', foi considerado culpado de ter construído fraudulentamente um património considerável em França. Os juízes estimam de um branqueamento de capitais na ordem dos 160 milhões de euros, segundo um comunicado do Tribunal de Recurso.

Pelos crimes de lavagem de bens da empresa, desvio de fundos públicos e quebra de confiança entre 1997 e 2011, o ex-ministro promovido a vice-Presidente foi condenado a uma pena de três anos de prisão suspensa, uma multa de 30 milhões de euros e o confisco de todos os seus bens apreendidos.

A defesa contesta as condenações por lavagem de bens da empresa e desvio de fundos públicos, argumentando que se baseiam "numa construção jurídica que aplica a lei francesa ao que aconteceu no estrangeiro".

O abuso dos bens da empresa "não existe" na Guiné Equatorial, insistiu o advogado Emmanuel Marsigny.

Quanto ao branqueamento de capitais públicos, "foram relatadas provas da conformidade" dos factos "com a lei guineense equatorial", disse o advogado de 'Teodorín' Obiang.

Leia mais