Angola: População do Dondo vive há anos sem água potável | Angola | DW | 23.12.2019

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Angola

Angola: População do Dondo vive há anos sem água potável

Munícipes da cidade do Dondo, na província angolana do Kwanza Norte, estão revoltados porque não têm água potável há já vários anos. As autoridades locais asseguram que o novo sistema de abastecimento está quase pronto.

Cupapatas adaptados para o transporte de água

Cupapatas adaptados para o transporte de água

Há vários anos que a população da cidade do Dondo não consome água potável. Os moradores admitem estar a viver momentos difíceis. Isidro João, habitante do bairro Terra Nova, na periferia da cidade do Dondo, lamenta a falta de água potável na região, mesmo com a presença do rio Kwanza junto à sua zona de residência.

"Estamos muito mal, nós estamos a consumir água imprópria, transportado pelas motos, moto-taxistas e fica muito mal, com o rio que temos aqui próximo. Não podemos viver assim a consumir água imprópria", desabafa o jovem.

Ouvir o áudio 02:32

Angola: População do Dondo vive há anos sem água potável

Susana Machado, outra munícipe do Dondo, que vive na zona da Cerâmica, lamenta que não haja melhorias. "Estamos mesmo com escassez de água. O rio Kwanza está aqui no Dondo, mas nem por isso nos facilitam com água potável", critica.

Por isso, a moradora Suzana Machado deixa um conselho às autoridades administrativas locais: "A minha recomendação é que os nossos administradores velem pela situação da água, para que seja mais extenso em cada casa, para não estarmos sempre a ir acarretar água no rio Kwanza. É bom quando acarretamos água a partir da cisterna."

Nova rede de água potável quase pronta

"Kambambe-Dondo não tem água. Um governante não pode esconder a verdade. A população não bebe água potável", critica também Gutemberg Matias, membro da Convergência Ampla de Salvação de Angola-Coligação Eleitoral (CASA-CE), que vive no bairro Kassese, o mais populoso do município.

O administrador municipal de Kambambe, Adão Malungo, disse à DW África que a nova rede de água potável está quase pronta. "A nova rede já está efetuada em 97%, faltando apenas as zonas periféricas", para que a cidade do Dondo "venha a ter água potável distribuída domiciliarmente", garantiu.

O projeto de requalificação arrancou há cinco anos. "A cidade do Dondo tinha uma rede de água cujo sistema estava já há mais de 60 anos, estava obsoleto, daí que em 2014 o Ministério de Energia e Águas começou por financiar um projecto de requalificação de todo o sistema de água da cidade do Dondo", explicou Adão Malungo.

Leia mais