Alemanha: chuvas torrenciais provocam mais de quatro dezenas de mortes | Sociedade | DW | 15.07.2021

Conheça a nova DW

Dê uma vista de olhos exclusiva à versão beta da nova página da DW. Com a sua opinião pode ajudar-nos a melhorar ainda mais a oferta da DW.

  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Sociedade

Alemanha: chuvas torrenciais provocam mais de quatro dezenas de mortes

Até agora, as autoridades contabilizam 42 vítimas mortais, vários desaparecidos, desabamento de casas e muitas regiões inundadas, com destaque para o Estado federado da Renânia do Norte-Vestfália.

As fortes chuvas que caíram nesta quarta-feira (14.07), na Alemanha já provocaram, pelo menos, 42 óbitos, segundo indicam as autoridades locais. Várias pessoas afogaram em caves de casas inundadas.

O mau tempo provocou igualmente inundações e o desabamento de casas, sobretudo no Estado federado da Renânia do Norte-Vestfália.

No distrito de Euskirchen, as autoridades policiais contabilizam 15 vítimas mortais, mas alertam que ainda não foram "encontrados todos os corpos".

De acordo com a polícia, entre as vítimas há dois bombeiros, de 46 e 52 anos, respetivamente, que perderam a vida quando participavam em manobras de salvamento.

Através de um texto publicado na rede social Twitter, a polícia de Coblença indica que no distrito de Ahrweiler, no vizinho Estado federado da Renânia-Palatinado, 18 pessoas morreram e várias estão ainda desaparecidas.

Situação de catástrofe

As autoridades declararam uma situação de catástrofe no distrito de Ahrweiler, onde, segundo a polícia, cerca de 50 pessoas refugiadas nos telhados das casas para fugir à enchente, aguardavam, até ao princípio da manhã desta quinta-feira, pro socorros.

Várias equipas de bombeiros e militares foram mobilizadas para as manobras de resgate, com recurso a meios aéreos, porque em algumas regiões as vias de acesso ainda estão cortadas.

Reagindo aos impactos das chuvas, Steffen Seibert, porta-voz do Governo alemão, informou, nesta quinta-feira (15.07), que a chanceler alemã, Angela Merkel, que se encontra em visita oficial aos EUA, manifestou-se "abalada" pelas consequências graves da intempérie.

As fortes chuvas dos últimos dias afetaram também vários países europeus, incluindo Bélgica, Luxemburgo, França, Itália, Suíça e Países Baixos

Assistir ao vídeo 03:47

Moçambique: Búzi submerso por causa das chuvas

.

Áudios e vídeos relacionados