África precisa de mais recursos para cumprir metas da ONU | Internacional – Alemanha, Europa, África | DW | 18.05.2019
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Internacional

África precisa de mais recursos para cumprir metas da ONU

Banco Africano de Desenvolvimento diz que países africanos precisam de 500 mil milhões de dólares para cumprir os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. Perfil da dívida de algumas nações está a deteriorar-se.

Sede do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em Abidjan, na Costa do Marfim

Sede do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em Abidjan, na Costa do Marfim

O vice-presidente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Charles Boamah, afirmou que os países africanos precisam de 500 mil milhões de dólares (448 mil milhões de euros) para atingir os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

"Para cumprir os ODS nas áreas da educação, saúde e infraestruturas é preciso 500 mil milhões de dólares", afirmou durante uma conferência em Abidjan organizada pelo BAD e pelo Banco Mundial (BM) sobre o tema do endividamento em África.

Entre 2013 e 2019, o número de países com dívidas problemáticas acima do limiar de sustentabilidade passou de nove para 17. Isso mostra que o perfil da dívida da maioria dos países de médio e baixo rendimento em África deteriorou-se substancialmente nos últimos sete anos.

Symbolbild Erde Umweltschutz Rettung

Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável têm como foco combater a pobreza e proteger o meio-ambiente

Segundo Charles Boamah, o sobreendividamento de vários países africanos "está no centro de muitas discussões que decorrem nestes dias". Um exemplo disto é o aumento de capital em preparação para o BAD e o reforço financeiro do Fundo Africano de Desenvolvimento.

"A Associação para o Desenvolvimento Internacional (IDA) do Banco Mundial e o BAD estão a trabalhar em conjunto com uma missão comum de desenvolver iniciativas para lidar com as vulnerabilidades nos países-membros", disse o vice-presidente do BM com o pelouro do Financiamento para o Desenvolvimento, Akihiko Nishio.

O representante do BM salientou que estas entidades têm a obrigação de fornecer aos clientes "os recursos e o apoio necessário para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável".

Inovação

Os ministros das Finanças de vários países africanos que participaram nesta reunião defenderam a criação de estratégias inovadoras para conseguirem financiar-se nos mercados internacionais a preços sustentáveis, incluindo emissões em francos africanos (CFA).

"Devíamos ter a possibilidade de emitir dívida pública em francos africanos, porque como não somos conhecidos nos mercados internacionais, acabamos por pagar um preço mais alto. Se tivéssemos um mecanismo de garantia, isto ia permitir-nos emitir dívida soberana a um preço mais baixo", disse o ministro das Finanças da Costa do Marfim, Adama Koné.

Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável elaborados pelas Nações Unidas em 2015 traçam indicadores e metas concretas para serem atingidas até 2030 nas mais diversas áreas, de educação e saúde à igualdade de género, justiça e paz, investimentos em infraestrutura e na redução dos efeitos das alterações climáticas. 

Leia mais