1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Uma entrevista com Hitler

Um site inglês educativo apresenta uma novidade no ensino de História. Os alunos podem bater um papo virtual com Adolf Hitler. Na Grã-Bretanha, o site ganhou prêmios. Na Alemanha, tem sido criticado por historiadores.

default

Ele poderia justificar seus atos?

Ter a oportunidade de conversar com um personagem da História é uma idéia bastante fascinante. Muitas pessoas gostariam de discutir com Hitler, por exemplo, sobre o nazismo, holocausto e a Segunda Guerra Mundial.

No site inglês Active History, tal "diálogo" é possível de forma virtual. Basta um clique para fazer as perguntas e outro para ouvir as respostas de Hitler sobre sua concepção do mundo, opinião a respeito de Stalin, dos judeus, das mulheres, sobre arte e até considerações sobre seu casamento com Eva Braun. A foto que ilustra a página movimenta a boca a cada resposta, que foram elaboradas com base em informações históricas. Uma idéia de mau gosto ou um filão para o aprendizado?

Potencial premiado

O site não foi idealizado por nenhum admirador de Hitler e sim pelo professor inglês de História, R.J. Karr. "Comecei a usar a internet em 1998 e logo percebi seu imenso potencial, não só para pesquisadores mas também para o aprendizado interativo", esclareceu. Ele criou a página com diversos jogos virtuais com o intuito de despertar o interesse e ensinar História de uma forma menos sisuda do que a convencional.

Interview Adolf Hitler - Screenshot

Foto do site inglês

O projeto pedagógico que, além de Hitler também oferece um bate papo com Henrique VIII, apresenta ainda um pódio de discussão sobre o catolicismo e protestantismo, charadas sobre fatos históricos e muitas outras atrações e já conquistou vários prêmios na Inglaterra. O jornal Guardian chegou a publicar que este talvez seja o melhor site sobre história existente na rede.

Irresponsável e chocante

Muitos críticos classificam de irresponsável este tipo de abordagem sobre Hitler, quando não chocante. Na Alemanha, Dietmar Süss, funcionário do renomado Instituto de História de Munique, considera extremamente ingênuo acreditar que alunos possam aprender algo de substancial sobre o nazismo através de citações entrecortadas de Hitler.

O diretor do Instituto Histórico Alemão de Londres, Lothar Kettenecker, apontou uma certa obsessão atual dos ingleses por temas envolvendo Hitler e o Terceiro Reich, comparando a intensidade do interesse com a mania da população britânica por filmes do Velho Oeste.

Se o site tivesse sido elaborado na Alemanha, as críticas possivelmente seriam ainda maiores. Holocausto e Hitler são temas que continuam sendo vistos com certo ceticismo e desconfiança, se tratados de maneira mais descontraída.

Leia mais

Links externos