1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Racismo contra brasileiro quase interrompe partida da Bundesliga

O jogo em que o Alemannia Aachen derrotou o Borussia Mönchengladbach por 4 x 2, pela quarta rodada da Bundesliga neste sábado (16/09), quase foi interrompido devido a insultos racistas contra o atacante brasileiro Kahe, do Mönchengladbach.

Segundo uma determinação baixada na semana passada pela comissão de arbitragem da Federação Alemã de Futebol (DFB), os árbitros do país podem interromper ou suspender partidas oficiais de futebol, em caso de insultos racistas aos jogadores.

Durante uma partida entre Alemannia Aachen e Borussia Mönchengladbach, o árbitro Michael Weiner ordenou a interrupção da partida para que os responsáveis do estádio emitissem uma mensagem pelos alto-falantes, exigindo o fim dos insultos racistas. Kahe foi chamado de "asilado".

"A mensagem dizia claramente que, se novos insultos e comentários racistas viessem das arquibancadas, eu solicitaria que as duas equipes abandonassem o campo", disse Weiner depois da partida. "Recebemos esta semana a orientação da comissão de arbitragem para que tomemos medidas toda vez que houver insultos racistas nas tribunas", acrescentou.

Na sexta-feira, a DFB puniu o Hansa Rostock II, clube da Terceira Divisão, com multa de 20 mil euros e um jogo com portões fechados, devido a agressões racistas de sua torcida contra o jogador Gerald Asamoah, do Schalke e da seleção alemã.

Leia mais