1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Porsche suspende venda de Cayenne a diesel nos EUA

Após acusação de fraude também em motores a diesel de modelos de luxo do grupo Volkswagen, subsidiária adota medida preventiva no mercado americano. Ações da Volks sofrem forte queda em Frankfurt, puxando Dax para baixo.

Após novas acusações contra a Volkswagen no escândalo envolvendo a manipulação de emissões de poluentes, a subsidiária Porsche suspendeu a venda dos modelos Cayenne 2014, 2015 e 2016 com motor a diesel nos Estados Unidos, disse um porta-voz nesta quarta-feira (04/11). Trata-se de uma medida preventiva, afirmou.

Assim como a Volkswagen, a Porsche não admitiu até o momento a

manipulação de modelos de luxo a diesel

, como acusou a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) nesta segunda-feira. O porta-voz da Porsche afirmou que as acusações ainda precisam ser provadas, as quais incluem os Porsche Cayenne, entre outros modelos esportivos e SUV, também da Audi e da própria Volkswagen.

Até então, o escândalo de manipulação que estourou em setembro envolvia apenas motores pequenos, que não são usados pela Porsche. A subsidiária se disse surpresa com a nova acusação e disposta a cooperar com a EPA.

Desde o início de 2015, a Porsche forneceu cerca de 12 mil Cayennes aos EUA, cerca de 3 mil deles com motor a diesel. Incluindo outros modelos, cerca de 40 mil veículos da Porsche foram vendidos nos EUA neste ano. A Audi ainda não disse se vai suspender as vendas de seus SUVs a diesel.

Ações em queda

Na manhã desta quarta-feira, as ações da Volkswagen perderam mais de 9% de seu valor na Bolsa de Frankfurt. A queda é reflexo das revelações dos últimos dois dias.

Após a denúncia sobre fraudes em motores a diesel de modelos de luxo do grupo Volkswagen, a montadora anunciou nesta terça-feira que uma apuração interna detectou

irregularidades "inexplicáveis" nas emissões de dióxido de carbono em 800 mil automóveis

fabricados pela montadora, inclusive em modelos com motores a gasolina.

As ações de outras duas montadoras alemãs, BMW e Daimler, também foram afetadas nesta quarta-feira, assim como as da fabricante de peças automobilísticas Continental. A queda nas ações da Volks puxou o índice Dax para baixo em 0,15%.

LPF/dpa/afp/ap

Leia mais